Blog do UOL Tecnologia

Arquivo : março 2011

Conheça um dos responsáveis pelo sucesso do Facebook: Zuckerberg pai
Comentários Comente

Rodrigo Vitulli

E se nós disséssemos que Mark Zuckerberg não é o único gênio por trás do Facebook. E, claro, não é do brasileiro Eduardo Saverin, ou dos sócios Sean Parker e Dustin Moskovitz que estamos falando. Talvez um dos grandes responsáveis por você “curtir” tanto a vida alheia na web seja um dentista careca chamado Edward Zuckerberg e conhecido como “Painless Dr. Z”.

Escritório de Edward em Dobbs Ferry, a 45 minutos do centro de Nova York

O bom entendedor já sacou que o careca em questão é pai de Mark, dentista, grande entusiasta da tecnologia e a principal influência de Mark quando pequeno. Segundo um perfil de Edward publicado no jornal “Los Angeles Times”, Mark teve suas primeiras aulas (informais) de programação com o pai em um velho e saudoso Atari 800.

Não demorou muito para que o pequeno Zuckerberg se interesse pela atividade e passasse criasse códigos de programação mais complexos. Um dia, entediado com a lição de casa, Mark construiu, com ajuda de um livro de programação e de seu pai, uma rede de comunicação interna que permitia aos funcionários do consultório trocar mensagens instantâneas entre si utilizando computadores. Eles a chamaram de ZuckNet.

Edward, cujo primeiro computador adquiriu no ano de nascimento do filho, um IBM de US$ 10 mil, procura aplicar os conceitos da tecnologia em seu consultório. Ele é pioneiro em agendamento e acompanhamento de consultas por e-mail e, lógico, Facebook. O famoso “Painless Dr. Z” também foi um dos primeiros dentistas a lançar um aplicativo para Facebook (pudera!) e a criar promoções para as pessoas que o divulgassem.

Cara de um… Marquinho ficará careca?

O dentista vê em uma qualidade que tanto ele próprio quanto o filho possuem: “A palavra-chave é ‘visão’. Todos nós somos expostos a um monte de informações, mas quantos são visionários? […] Não é sobre matemática [sobre os códigos que ensinava ao filho] é sobre visão”, completa Edward.

Lá do Los Angeles Times
Imagens
: reprodução e Nati Harkin/AP


Artista cria iPad de massa de modelar (vídeo)
Comentários Comente

Rodrigo Vitulli

Gênio! Nada melhor do que o bom e velho clichê “Uma imagem vale mais do que mil palavras” para explicar o título deste post.

Segue:

[uolmais type=”video” ]http://mais.uol.com.br/view/10039061[/uolmais]

A obra é da artista russa Svetlana Shokhanova e foi criada para a Escola de Arte e Design de Moscou.


Chineses criam celular com formato de tênis Adidas
Comentários Comente

Rodrigo Vitulli

Como se não bastassem as imitações de tênis e de celulares, os chineses agora se mostram mais criativos ao inventarem o celular baseado no clássico tênis Adidas (muito chique).

Ah, mas pode esquecer os aplicativos mais elaborados para Android. O celular em questão é um “Mp200” da vida, com suporte para dois chips, rádio FM, Mp3, Mp4 câmera e tudo mais. Tudo em uma telinha de 2,4 polegadas.

Muito bem, China(eses). Vocês estão cada vez melhores.

Logo logo chega por aqui, no mercado paralelo, lógico.

Lá do Ubergizmo
Imagem
: divulgação 


Blogger adiciona cinco novas opções de visualização para blogs
Comentários Comente

Rodrigo Vitulli

O Google faz mais uma aposta na tentativa de mudar o comportamento do leitor em consumir conteúdo na web, principalmente em blogs. Ao adicionar o código “/view” no final da URL principal de blogs hospedados na ferramenta Blogger, o usuário é direcionado para uma nova janela, com cinco opções de visualização dinâmicas e intuitivas.

Ao site “Mashable”, o produtor executivo do Blogger, Anil Sabharawal, disse que os blogs devem utilizar todos os poderes da web moderna, especialmente as tecnologias HTML5, AJAX e CSS3, que tornaram a web mais dinâmica ultimamente.

Confira a seguir um descritivo com os cinco formatos de visualização:

Flipcard: os post são mostrados em quadrados simétricos contendo apenas fotos correspondentes. Ao repousar a seta do mouse em cima da imagem, a data e o título do post são revelados.


Mosaic: os posts são agrupados conforme o assunto (tags) e depois mostrados em grandes fotos dimensionadas de acordo com a relevância do post.

Snapshots: privilegia apenas os posts com fotos, que são alocados lado a lado com o título do post na parte de baixo.

Sidebar: o título de cada post é mostrado como uma lista na parte lateral esquerda do site, parecido com um menu convencional. Ao clicar em algum deles, o conteúdo é mostrado à direta.

Timeslider: divide a em três colunas distintas. Na primeira coluna o visitante visualiza os posts mais recentes ou mais relevante, com fotos ou vídeos. Na segunda, o título do post e uma breve descrição do conteúdo é mostrado. Na terceira, apenas o título do post é exibido.

Para funcionar, é necessário que o proprietário do blog tenha habilitado a função RSS.

Segundo o blog oficial do Google, a funcionalidade ainda está em fase de testes e por isso o usuário apenas poderá acessá-la se incluir o código diretamente na URL.

Lá do Google Blog/ Mashable
Imagens:
divulgação


Cofundador da Microsoft Paul Allen acusa Bill Gates de traição
Comentários Comente

Rodrigo Vitulli

O filme “Piratas do Vale do Silício”, que conta a história da fundação da Apple e da Microsoft, mostra um Bill Gates muito inteligente, mas também muito oportunista. Talvez oportunismo seja a apalavra errada; o filme pinta o fundador da Microsoft como um vilão que copiou a “mágica” interface gráfica dos computadores da Apple e lucrou bilhões de dólares com ela.

Recentemente, Gates ausentou-se da Microsoft para dedicar-se, entre outras coisas, a sua instituição Bill & Melinda Foundation. Uma de suas pretensões é erradicar a miséria em países paupérrimos da África. “Que bonzinho”, alguns diriam. Menos Paul Allen, cofundador da Microsoft.

Em uma autobiografia (não lançada oficialmente), Allen diz que se sentiu traído por Bill Gates, quando os dois ainda faziam parte do corpo executivo da companhia. Em um trecho do livro, conta que, quando estava se tratando de uma espécie de câncer, Gates e Ballmer tentaram tirá-lo do cargo por não estar “trabalhando o suficiente”:

“Eu ajudei a criar a companhia e ainda era um membro ativo, mesmo sofrendo com a doença. De repente meus colegas estavam querendo me tirar de jogo. Foi oportunismo puro e mercenário.”

Ainda segundo sua biografia, quando retomou completamente as atividades na empresa, Allen recorreu a Gates para tentar aumentar sua participação nos lucros. O pedido foi recusado:

“Naquele momento, algo morreu para mim. Eu achava que nossa parceria era baseada na lealdade, mas vi os interesses de Bill haviam passado por cima de tudo. Meu sócio pretendia ficar com o maior pedaço da torta que pudesse agarrar e isso era algo que eu não podia aceitar.”

Segundo os jornalistas do jornal “The Wall Street Journal” que tiveram acesso ao livro antes de ser publicado, Allen, que é o 57º homem mais rico do mundo, narra sua história na Microsoft com um tom triste e amargurado.

A expectativa é que o lançamento oficial de sua biografia “Idea Man: A Memoir by the Co-founder of Microsoft” ocorra no próximo dia 17 de abril nos EUA.

Intrigas e picuinhas sempre foram presentes no mundo das empresas de tecnologia. Conheça alguns dos duelos mais famosos:

Lá do The Wall Street Journal
Imagem
: divulgação


Briga continua: Microsoft alega que IE9 consome menos bateria que outros navegadores
Comentários Comente

Rodrigo Vitulli

O Gigablog encarna uma mãe olhando brava para o banco de trás do carro: “Crianças, parem de brigar. Poxa, vocês não conseguem conviver pacificamente? Chrome, IE, Opera e Firefox e Safari, vou ai puxar a orelha de cada um”.

Cada dia uma picuinha nova, uma cutucada daqui, um arranhão dali. Na verdade estão todos na mesma escola, fazem as mesmas coisas, brincam com os mesmos brinquedos e gritam cada vez mais alto para chamar a atenção de todos (só muda mesmo a roupa).

Dessa vez o IE ficou na pontinha do pé, estufou o peito e começou a briga: “Eu sou o que gasta menos energia, naanananananaaaaaa”. Será?

Bom, a Microsoft jura que é verdade. Segundo relatório divulgado pela empresa de Steve Ballmer, o IE9 é o browser que mais poupa a energia da bateria do notebook. Veja o gráfico:


* Impacto do navegador na bateria do notebook (em horas máximas de uso)

Os testes que levaram aos resultados foram conduzidos pela própria Microsoft, mas a gente prefere acreditar que ela foi completamente imparcial. Em um simples site de notícias, segundo os dados divulgados pela empresa, o IE9, pela lógica, também é o navegador que menos consome energia, seguido do Firefox 4 (por pouco), Safari 5, Opera11 e Chrome 10.

* Energia consumida por navegador em um site de notícias (em Watts)

Os experimentos foram realizados em um notebook com processador Intel e Windows 7 como sistema operacional. Resta saber se os resultados seriam semelhantes em um Mac, ou em tablet Android. Mesmo assim não deixa de ser interessante, como toda disputa saudável.

Amigo leitor, você consegue notar diferença na duração da bateria quando alterna entre navegadores? Conte-nos :-)

Lá do Mashable
Imagem
: Getty Images/reprodução


Cobra foge de zoo (verdadeiro) e narra as aventuras no Twitter (falso)
Comentários Comente

Juliana Carpanez

Uma cobra venenosa de 50 centímetros desapareceu na sexta-feira (25) da área onde era mantida, no zoológico de Bronx, em Nova York. Uma picada da cobra egípcia é fatal e, por isso, seu sumiço não tem graça nenhuma. Mas sua conta no Twitter tem! :) No perfil @BronxZoosCobra, o falso réptil virtual conta suas aventuras por Nova York e agradece à turma do filme “Madagascar”, que serviu como inspiração para a fuga.

Também em seu perfil tuitado em inglês, o animal dá o recado à cidade: “Querida Nova York, maçãs e cobras estão juntas desde o início”. Depois, mostra interesse em assistir ao musical do “Homem Aranha”, pede dicas sobre restaurantes vegan, visita o café onde era gravado o seriado “Seinfeld” e faz o “Sex and the City Tour”, para conhecer os lugares da série (ela diz adorar a personagem SSSamantha). O roteiro é marcado pelo assunto #snakeonthetown (cobra na cidade).

Para aqueles que se perguntam como o réptil consegue tuitar sem um computador e (pior ainda!) mãos, há o esclarecimento: “já ouviu falar em iPhohe? Duh.” Abusado o bicho, não? Mas essa arrogância deixará de existir quando a missão de seu caçador (também com perfil no Twitter, claro!) for cumprida.

Lá da “AP” e “Huffington Post”


Nerd propõe casamento com inscrição gravada no iPad2 (com cenário romântico e tudo)
Comentários Comente

Rodrigo Vitulli

Oh, que lindo. Nerds também amam e fazem de tudo para parecerem nerds até quando pedem alguém em casamento. Um homem comum provavelmente ajoelharia no momento mais especial e proporia a união vitalícia, ostentando uma aliança e uma cara de bobo apaixonado. Nerds usam iPads 2.

O relato a seguir foi publicado no site “9to5 Mac” por Jordan C. Ele é a prova viva da nossa tese:

Eu apenas gostaria de compartilhar a experiência mágica que o iPad 2 trouxe à minha vida! Eu fiquei acordado a noite toda para conseguir comprar o aparelho com a inscrição “Quer se casar comigo?”gravada na parte de trás [a Apple permite esse tipo de coisa]. Eu recebi o produto na última segunda-feira e levei minha então namorada, Jessica, para a floresta nacional de Redwood, no norte do Estado da Califórnia. Depois de atravessar um lago e enfrentar uma chuva torrencial, paramos na maior árvore que pude encontrar, ajoelhei e fiz a proposta. Não sei se foi algo que eu disse ou a magia da Apple, mas ela respondeu “Sim!!!, agora me dá meu iPad.”

Qual a lição que a gente tira da história de Jordan? Um pedido de casamento pode ser importante, mas o primeiro iPad 2 a gente nunca esquece.

Lá do 9to5 Mac
Imagem:
reprodução


Homens conseguem ignorar informações do GPS mais facilmente, diz pesquisa
Comentários Comente

Rodrigo Vitulli

Consigo prever os comentários deste post. Homens puxando sardinha para o lado deles, as mulheres contrariando, os indecisos duvidando do resultado da pesquisa… Nada disso muda o fato de que sim, os homens são mais rebeldes em seguir indicações de GPS. Se isso tem alguma coisa a ver um senso de direção mais apurado e mais habilidade no volante, a conclusão fica a cargo do leitor.

Uma pesquisa realizada com 3.000 motoristas do Reino Unido e divulgada pelo jornal “The Daily Mail” mostrou que 83% dos homens ignoram as ordens do GPS quando julgam estarem erradas. O número entre as mulheres fica em 74%.

Outro dado curioso levantado no estudo aponta que mais da metade dos motoristas dizem terem tido discussões com o passageiro por conta das indicações do GPS. 60% das mulheres dizem ter começado o desentendimento.

Homens ou mulheres, o fato é que todo mundo se perde (automobilisticamente falando). E não se perde pouco. A pesquisa concluiu que um terço dos motoristas desvia sua rota em até oito quilômetros ao seguir as instruções (às vezes malucas) do GPS. Um quinto alega que uma indicação errada é o suficiente para chegar a um local de 9 a 16 quilômetros distante do destino desejado.

Mas, claro, como o homem é mais rebelde em mandar o GPS catar coquinho, a probabilidade de voltar mais rápido à rota desejada aumenta. Concordam?

Ah, só por precaução: 63% dos entrevistados guarda um mapa físico no carro. Nunca se sabe…

Lá do Daily Mail
Imagem
: Getty Images


Lente de aumento para iPhone é uma opção para os sem-iPad
Comentários Comente

Rodrigo Vitulli

Ahhhh, como assim?? Estão lançando o iPad 2 em vários lugares do mundo e nenhuma previsão para chegar no Brasil?! Bom, é isso mesmo. Mas tem sempre a opção do iPad 1 ou a lente de aumento para iPhone 4 (?).

Senhores, não há limites para a imaginação das pessoas que querem pegar uma carona no sucesso da Apple. A mais nova e esquisita invenção é uma lente de aumento fixa para iPhones 4.

Sério, é um plástico flexível, preso ao aparelho por quatro hastes, que promete aumentar a tela do smartphone de três polegadas meia para seis polegadas. E parece funcionar.

Brincadeiras à parte, o acessório pode ser útil para quem quer ler ou assistir a vídeos no celular, mas não enxerga direito. Ainda assim a gente recomenda esperar pelo iPad 2 ou investir uma graninha no já velho iPad1.

25 dólares é quanto custa o Tarsier, 2.0 (segunda versão já, hehe), produzido pela empresa Nulogia.

Lá da Wired
Imagem
: divulgação