Blog do UOL Tecnologia

Arquivo : Pinterest

Pinterest ganha versão para iPad e chega aos dispositivos Android para recuperar “fôlego”
Comentários Comente

Ana Ikeda

O Pinterest, grande mural social na internet (particularmente para seres do sexo feminino), está tentando recuperar o fôlego daquela grande febre inicial. Ao menos é o que parece depois das últimas mudanças anunciadas pela rede social recentemente.

Depois de abrir a plataforma para a “galera” (antes só dava para fazer parte da comunidade via convite), o Pinterest tem agora uma versão específica para iPad; além disso o aplicativo chega finalmente a dispositivos Android. Todos podem ser baixados gratuitamente.

Talvez não seja muito evidente para quem ainda não participa da rede, mas o Pinterest deu uma bela esfriada de uns meses para cá, depois do ”boom” inicial (tipo, 10 milhões de usuários ativos por mês).

Algo perceptível pelo número de novos usuários que adicionam você à rede de amigos (cada vez menos e-mails de alerta estão chegando) e pelo número de posts sucessivos na timeline de um mesmo contato (a pessoa entra pouco na rede… e aproveita para sair ‘repinando’ compulsivamente).

Por experiência pessoal, outro indício da perda do “encantamento” foi a pouca paciência em usar o aplicativo do Pinterest para iPhone (que era a coisa mais lerda desse mundo cruel até a última atualização liberada… agora, além de mais veloz, ele mostra duas colunas de pins de uma só vez).

iPad e Android

O aplicativo para iPad traz uma experiência muito semelhante à página web do Pinterest e, com uma conexão de internet razoável, carrega rapidamente as (centenas) de fotos de quem você segue. A vantagem sobre a versão web é o menu lateral, que fica recolhido e traz a lista completa dos boards tradicionais da rede social. Dá para fazer a busca separada por pins, boards ou pessoas e, pasmem, até mesmo usar o aplicativo como navegador web.

Uma das coisas mais legais é que cada ação vai virando uma janela diferente, que se sobrepõe a anterior. Assim você não perde uma pesquisa que fez ou um board que tenha aberto. E dá para ir fechando uma a uma também. Tudo rapidinho e leve.

Ainda não testamos o Pinterest para Android, mas se ele seguir minimamente a experiência oferecida no iOS (incrivelmente mais veloz =  menos estraga prazeres), a rede social tem chances de captar mais alguns milhões de usuários.

Experimentou o Pinterest no Android? Conte para nós o que achou :)

Lá do Pinterest Blog.

Foto: Divulgação / Reprodução.


E se o Instagram, o Tumblr e o Pinterest não tivessem fotos?
Comentários Comente

Camila de Lira

Muito antes de começarem os ‘mimis’ sobre o caso Android-Instagram, já rolava uma sensação de que as fotos postadas no site/rede social eram parecidas demais umas com as outras. Pratos de comida, shows de rock, gatos/cachorros, crianças, tudo isso com aqueles filtros vintage.

"Print da tela so iPhone com um filtro legal"; "Pôsteres de filmes redesenhados" e "Beb}e usando óculos de sol". Faz a gente pensar em nossas imagens, não?.

A mesma coisa pode se falar do Tumblr. Mesmo com temas diferentes, uma hora ou outra, os sitezinhos acabam caindo para os gifs “engraçados” (alguns tirados de filmes mega populares, outro de programas norte-americanos que nunca vimos na vida) e para as famosas plaquinhas ‘keep calm and…’. O Pinterest, mais novo dessa categoria de redes sociais com fotos, não tardou a cair na mesmice.iPhone screenshot. Heffe filter.

Bem, pelo menos é isso que acham os criadores de três fakes no twitter: @textinstagram; @TextBasedTumblr e @PicturelessPins.Meio de crítica e meio de brincadeira (ah, e meio mussarela), os twitters descrevem fotos postadas nos sites.

Alguns tuítes são bem engraçados, como o “Panquecas em um prato antigo”, no perfil que brinca com o Pinterest e outro escrito “Pés”, do @Textinstagram. Faz a gente pensar sobre o que vemos nessas redes, não?

Outros tuítes nos fazem rever os nossos próprios hábitos**. Afinal, ao ler como seriam esses sites sem as fotos, a gente começa a dar uma vontade de ver se o seu próprio Instagram/Tumblr/Pinterest é desse jeito.

Agora, digam (e sejam francos): como seria o seu Instagram ou Tumblr ou Pinterest em apenas uma frase de 140 caracteres?

** Particularmente no que trata sobre o Tumblr temos  “Woody Allen em sua juventude” e “Fotos de um homem sem camisa fumando em preto e branco”. Imagens que esta repórter aqui costuma colocar no seu Tumblr e no seu Pinterest.

 


Homem faz US$ 1.000 por dia com spam no Pinterest – e espera dobrar o valor em breve
Comentários Comente

Ana Carolina Prado

  • Reprodução
    Na imagem acima, a aba Popular do Pinterest. Nela, o usuário vê as imagens que receberam mais repins (espécie de retuíte, pois o usuário consegue replicar o arquivo multimídia de outro perfil em seu mural). É graças a esse mecanismo que é possível fazer dinheiro com o site

 

Se você acha que o Pinterest não serve para nada além de compartilhar fotos, álbuns e clichês, é hora de repensar isso. O site Daily Dot publicou uma matéria sobre um homem de 24 anos chamado Steve (que não quis revelar seu sobrenome) que consegue fazer uma grana com spams no site.

Ele contou que desde que começou com isso, no fim de fevereiro, seus ganhos só aumentaram. Começou ganhando US$2.000 (cerca de R$ 3.600) por semana e passou para os US$ 1.000 (cerca de R$ 1.800) por dia. Sua expectativa, agora, é mais do que dobrar esse valor diário.

Essa “mina de ouro” funciona assim: Steve cria milhares de contas falsas no site e usa um script para que elas comecem e republicar (ou “repin”) sempre as mesmas fotos de certos produtos (como um vestido ou par de botas, por exemplo). Eventualmente, aparecem comentários de pessoas dizendo como ficaram felizes em comprá-los.

Como o Pinterest tem um sistema para recompensar as imagens mais populares (as que tenham mais “repins” ou “likes”), elas ganham visibilidade e ainda mais pessoas clicam. O truque está aí: quando clicam nessas imagens, as pessoas vão para um site em que podem comprar os produtos. E as elas realmente os compram – o que gera uma comissão para o spammer.

Segundo Steve, “o Pinterest é de longe a  rede social mais fácil  para se fazer spam agora. Ela não exige quase trabalho nenhum para começar, nem dinheiro para investir. Você apenas tem que saber como funciona o sistema e como pode usá-lo para a sua vantagem.”

Ele garante, porém, que o truque não é por mal: “Eu não me sinto culpado; não estou tentando acessar computadores alheios, espalhar vírus ou qualquer coisa assim. Eu simplesmente mostro produtos para a comunidade do Pinterest”, disse. Apenas negócios.

Mas ele também sabe que a festa pode durar pouco “Não existem garantias neste negócio e tudo pode desabar em breve. Não é uma questão de se, mas de quando isso vai acontecer”, admitiu.

Vamos acompanhar.

Lá do Daily Dot

Imagem: Reprodução

Entenda como funciona o Pinterest

Veja Álbum de fotos

Tags : Pinterest


Cartela de bingo tira sarro dos usuários previsíveis do Pinterest
Comentários Comente

Ana Carolina Prado

Já está irritado com a atenção toda que o Pinterest (aquela rede social que permite montar álbuns com imagens que você vai coletando na internet) está recebendo? Não aguenta mais receber notificações de amigos que entraram para a modinha? Acha tudo muito chato e previsível? Calma, não precisa xingar muito no Twitter/Facebook. O site “Boing Boing“ tem uma alternativa bem mais divertida para você: jogue bingo.

O site publicou uma cartela irônica de bingo tirando sarro dos usuários do Pinterest que repetem sempre os mesmos temas em seus álbuns – bebês, sapatos, infográficos inspiradores, comida, filhotinhos fofos, fotos de celebridade, fotos de ótimos fotógrafos sem o devido crédito…

Marque o quadradinho correspondente cada vez que encontrar um álbum com um tema que estiver ali e veja em quanto tempo consegue completá-la (a gente aposta que será bem rápido).

Entenda como funciona o Pinterest

Veja Álbum de fotos


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>