Blog do UOL Tecnologia

Categoria : Redes sociais

Presidente da Anatel diz ser usuário assíduo do WhatsApp
Comentários 1

larissa

anatel

A popularidade do WhatsApp entre os brasileiros alcançou inclusive o presidente da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), João Rezende, que se diz usuário assíduo do aplicativo de bate-papo.

“Uso bastante”, relatou em entrevista ao UOL Tecnologia. Ele afirmou recorrer ao app diariamente, mas não detalhou a finalidade –para fins profissionais, pessoais ou ambos. “É uma ferramenta bastante útil e prática.”

Rezende diz preferir as mensagens de textos às chamadas de voz. “Pouco faço ligações pelo WhatsApp, talvez por não ter me acostumado com o recurso, que, na minha opinião, ainda é instável.”

O aplicativo tem sido alvo de algumas das principais operadoras de telefonia móvel do país, que o acusam de se apropriar “indevidamente” do número de telefone móvel do usuário, outorgado pela Anatel, e “pago” pelas operadoras.

Rezende afirma que o serviço não é ilegal e se diz contrário a qualquer regulamentação do app. Segundo ele, a solução para o impasse seria “baixar as tributações das teles” e não “engessar o mundo da internet”.


Após tragédia com amiga, escocesa cria alarme antiestupro
Comentários 3

larissa

anti-estuproApós descobrir que uma amiga foi violentada, a escocesa Rebecca Pick, 22 decidiu fazer algo além de lamentar a tragédia, ela criou um caminho para impedir que outras mulheres também se tornassem vítimas.

A recém-graduada em Administração pela Universidade de Strathclyde criou um pequeno alarme antiestupro, que ganhou o nome de “Guardião Pessoal”. O gadget, quando acionado, é capaz de transmitir a partir do GPS a exata localização da mulher às autoridades policiais. Também inclui a gravação de áudio, bem como um alarme de áudio.

O alarme funciona em conjunto com um aplicativo instalado no smartphone, que permite a seleção de contatos de emergência –pessoas que terão conhecimento de sua localização em caso de emergência, assim como a estação de monitoramento. O app também alerta as mulheres sobre qualquer atividade criminosa em sua proximidade.

A recomendação é que o alarme que pesa 40 gramas (6 cm x 3,5 cm) seja preso à alça do sutiã. Para ativá-lo, é preciso pressionar os dois botões laterais do gadget por 3 segundos, que emitirá um sinal ao telefone para notificar a ativação. O alarme poderá ser desativado da mesma forma, mas exige um contato com a estação de monitoramento para determinar se o comando é uma emergência ou um alarme falso.

A escocesa ganhou diversos prêmios em dinheiro em competições de plano de negócios, além de um investimento de 60 mil libras esterlina (cerca de R$ 323 mil) da empresa Gabriel Investments.

A previsão é que ele seja lançado em outubro de 2015. As interessadas, no entanto, terão que pagar uma taxa mensal de 5 a 10 libras esterlinas (até R$ 54) pelo serviço da central de monitoramento.


Vaza nova foto do Galaxy S6 Edge Plus e do Galaxy Note 5
Comentários COMENTE

larissa

SamsungAntes mesmo do lançamento oficial –previsto para a primeira quinzena de agosto–, uma nova imagem dos novos smartphones da Samsung ganhou destaque nos principais meios de comunicação de tecnologia.

A foto do Galaxy S6 Edge Plus e do Galaxy Note 5 foi divulgada em primeira mão pelo jornalista Evan Blass, colaborador de sites norte-americano, no último sábado (1º), em seu perfil no Twitter.

Blass –que já ganhou fama de se antecipar aos anúncios oficiais das fabricantes– também adiantou detalhes de uma dos novos aparelhos da empresa sul-coreana. Segundo ele, o Note 5 contará com tela de 5,6 polegadas, tecnologia super amoled e resolução de 2560×1440 pixels.

Com o processador de oito núcleos [quatro de 2,1 GHz e quatro de 1,5 GHz] e Android 5.1.1 Lollipop, o aparelho terá 4GB de memória RAM, diversas opções de armazenamento (sem suporte para cartão microSD), câmera traseira de 16 megapixels e câmera frontal com 5 megapixels sem flash.

O jornalista, no entanto, não divulgou detalhes do Galaxy S6 Edge Plus, que ainda é um mistério. Basta saber se Blass está ou não correto. Uma resposta que só poderá ser dada pela Samsung, possivelmente apenas no lançamento dos smartphones.


Instagram ganha seu primeiro jogo com a divulgação de série americana
Comentários COMENTE

larissa

rick_Para divulgar a segunda temporada da série Rick and Morty, de Adult Swim, que estreia no próximo domingo (26) nos Estados Unidos, a agência de design Carrot transformou a conhecida rede social de fotos em um ambiente lúdico com a criação do primeiro jogo no Instagram.

O chamado Rickstaverse convida os usuários a navegarem por um universo com diferentes mudos –alguns já conhecidos como Plutão, outros nunca antes visto como o Anatomy Park.

Para entrar nesse jogo, basta acessar o perfil inicial (@rickandmortyrickstaverse) e caçar a tag em uma das imagens que compõem o primeiro planeta, que irá leva-lo a um novo perfil com mais imagens e mais tags.

São mais de 1.200 imagens em todos os perfis e diversas tags, algumas inclusive revelam detalhes sobre a nova temporada da animação que conta as aventuras de um cientista maluco e seu neto. E aí, aceita o desafio?


Quantos iPhones são necessários para segurar uma bala?
Comentários 1

Guilherme Tagiaroli

iphonesbalas

Norte-americano testou a resistência de smartphones com tiro de fuzil

Há várias histórias de gente que foi salva de um tiro por uma caneta ou algum outro objeto estranho presente no bolso. Baseado nisso, o norte-americano Daniel, dono do canal do YouTube EverythingApplePro, tentou responder a seguinte pergunta: quantos iPhones são necessários para segurar uma bala?

Para a missão, ele alinhou oito telefones, sendo três iPhones 6 Plus, dois iPhones 6 (sendo um falso), dois iPhones menores (provavelmente 5s) e, no fim, um Galaxy S6, da Samsung. A arma usada pelo youtuber foi um fuzil AK-74, o que é um pouco sem noção, pois esse tipo de armamento era usado pelo exército da União Soviética na década de 70.

Na primeira tentativa, foram necessários cinco telefones para interromper o curso da bala do fuzil.

Na segunda, feita no centro da tela, a bala só parou no sexto telefone. Porém, deve-se levar em consideração que os dispositivos já estavam danificados, o que facilita a passagem do projétil.

No fim das contas, ficou comprovado que em situações de perigo é melhor optar por ter um colete a prova de balas (ou correr o mais rápido que puder), pois esse negócio de andar com cinco iPhones não é nada prático.

___
Lá da Cnet
Imagem: Reprodução/YouTube/EverythingApplePro.


Finado Walkman se torna um completo estranho para nova geração; veja vídeo
Comentários COMENTE

larissa

walkman

O finado Walkman completaria 36 anos nesta quarta-feira (1º). Embora tenha dominado a indústria da música por décadas, o toca-fitas portátil se tornou um completo estranho aos olhos da nova geração, como mostra o vídeo publicado no canal Fine Brothers Entertainment, no YouTube.

O aparelho, que foi comercializado pela primeira vez em 1979, começou a perder força com o desuso da fita cassete e a chegada do Discman (1984). Em 2008, uma nova reviravolta marcou a indústria com a criação do iPod, que gradativamente vem sendo substituído por smartphones.

Na série “Crianças reagem”, os produtores Benny Belas e Rafi Belas apresentaram o Walkman para meninos e meninas de até 12 anos. “Não tenho a mínima ideia do que é isso”, disse um dos participantes.

A nova geração se mostrou bastante surpresa por saber das limitações do aparelho, a começar pela necessidade do uso de um fone de ouvido. A indignação ganhou ainda mais força por saberem que não era tão simples passar de uma música para outra. A capacidade de armazenamento –cerca de 30 músicas por fita– também deixou a molecada de boca aberta.

“Nem imagino como era viver no tempo de vocês com isso”, disse uma das crianças entrevistadas. Todas elas foram unânimes ao dizer que preferem muito mais as tecnologias do seu tempo do que as antigas. “Quero meu smartphone!”

Tags : vida digita


Com dons vocais e de interpretação, robô rouba a cena em ópera
Comentários 7

larissa

myonOs atores que se cuidem. Um pequeno robô tem roubado a cena em um espetáculo em cartaz na Alemanha. O humanoide tem conquistado a plateia não apenas por sua interpretação, mas principalmente por seus dons vocais. Isso mesmo! Ele canta e até rege a orquestra da ópera “My Lady Square”, lançada este mês na Komische Oper de Berlim.

O grande astro se chama Myon. Ao contrário do que muitos imaginam, ninguém o controla dos bastidores enquanto ele se apresenta no palco. Todos os movimentos mecânicos são resultados de estímulos visuais e auditivos.

Para conseguir todos esses atributos, Myon foi “treinado” pelo Laboratório de Neuro-Robótica da Universidade Humboldt de Berlim e pelo projeto de Evolução da Linguagem Artificial de Robôs Autônomos da União Europeia. Os investigadores e o elenco do espetáculo trabalharam com o robô por dois anos.

A ópera “My Lady Square” gira em torno de Myon, um robô que busca aprender o que significa ser humano e sentir a emoção.

(Com Engadget)


Que 3D que nada! Videoclipe permite interação com um simples dedo
Comentários 1

larissa

discoA cantora japonesa Namie Amuro lançou um novo conceito de videoclipe com o hit “Golden Touch”. Tudo bem que a tecnologia tenha favorecido a inovação, mas, talvez, se não fosse a ousadia o efeito não seria o mesmo.

O vídeo permite que o espectador se sinta parte dele, mesmo que haja uma tela que os separem. Não estamos falando do já conhecido óculos de realidade virtual ou mesmo dos efeitos do 3D. É algo bem mais simples e até pode parecer uma pegadinha no primeiro momento.

Basta pressionar o play e colocar o dedo no ponto que aparece no meio da tela. Não dá para saber o que mais chama atenção: a criatividade ou a reação daqueles que aceitam o desfio proposto pela cantora japonesa.

Tudo bem que não é o seu dedo que vai derrubar as cartas, acender as velas, tampouco fazer carinho no cachorro. Mas o efeito realmente é bastante interessante. Veja você mesmo e tire suas próprias conclusões!


Android M: qual sobremesa deve dar nome à próxima versão do sistema?
Comentários 19

Guilherme Tagiaroli

Páuk Sakuma/AP

Funcionário do Google anda de bicicleta na sede da empresa em Mountain View, na Califórnia (EUA)

Nesta semana, o Google divulgou a agenda do Google I/O — evento para desenvolvedores que ocorre na Califórnia entre 28 e 29 de maio. Dentre as atividades previstas, está a apresentação do Android M, que deve ser a nova versão do sistema operacional da companhia.

Os rumores sobre as possíveis novas funcionalidades ainda estão frios. A única notícia sobre o assunto diz que haverá mais controle sobre privacidade. Basicamente, o usuário poderá escolher quais tipos de dados pessoais os aplicativos poderão ter acesso. Porém, a confirmação só deve sair durante o próprio evento.

A minha principal dúvida, por enquanto, é de outra natureza: qual vai ser o nome do novo sistema operacional Android?

Na conferência do ano passado, a companhia só se referia ao sistema como Android L. Após um tempo, foi confirmada a versão Lollipop e a tradição da empresa de nomear as versões inspiradas em doces. Tem sido assim desde a versão 1.5, como você pode ver abaixo:

1.5 – Cupcake

1.6 – Donut (rosquinha)

2.0 – Eclair (bomba de chocolate)

2.2 – Froyo (iorgurte gelado)

2.3 – Gingerbread (biscoito de gengibre)

3.0 – Honeycomb (favo de mel)

4.0 – Ice Cream Sandwich (sanduíche de sorvete)

4.3 – Jelly Bean (jujuba)

4.4 – KitKat (referência ao chocolate da Nestlé)

5.0 – Lollipop (pirulito)

Com isso em mente, resolvemos fazer uma enquete sobre qual você acha que deve ser o nome da próxima versão do Android? Dificilmente, a empresa deve colocar um nome de algum doce brasileiro, mas vai que, né?! Já pensou se rolasse um versão do Android chamada Maria-Mole?! Veja abaixo as possibilidades.

___
Imagem: Paul Sakuma/AP


Galaxy S6 e iPhone 6 se enfrentam em batalha de resistência em água quente
Comentários 50

larissa

testeO

O Galaxy S6 e o iPhone 6 voltaram a ficar cara a cara [ops! display a display] e se enfrentaram em mais uma batalha. Por quanto tempo cada um dos dispositivos consegue sobreviver na água fervente? Que comecem as apostas!

A equipe do canal do Youtube TechRax colocou à prova a resistência dos smartphones em um teste nada convencional. Os dois aparelhos foram colocados em uma panela de água fervente.

Em 10 segundos, a tela do lançamento da Apple começou a escurecer gradativamente e, em 13 segundos, já estava totalmente apagada. O dispositivo da Samsung se mostrou mais resistente e só apresentou falhas aos 55 segundos.

Qual dos aparelhos foi o verdadeiro campeão? Talvez nenhum deles, até porque ao final do teste nenhum voltou a funcionar.