Blog do UOL Tecnologia

Categoria : Como assim?

Quer dar de vidente no Twitter? Veja como
Comentários 3

Márcio Padrão

Com a postagem abaixo, a conta de Twitter @beyoncefan666 repercutiu na internet por ter anunciado com alguma precisão, em julho de 2016, a gravidez da cantora Beyoncé –que foi anunciada só nesta semana com direito a recorde no Instagram.

Não só isso. No mesmo mês de julho de 2016, antecipou a vitória de Donald Trump nas eleições –que só ocorreu em novembro– e o nervosismo dos EUA sob sua presidência…

… além de antever o anúncio de Lady Gaga como atração da final do Super Bowl. O anúncio oficial ocorreu em 29 de setembro, quatro dias depois do tuíte, e o show será neste domingo (5).

Diferentemente do Facebook, no Twitter não é possível editar o texto das postagens. Como essa pessoa fez isso, então?

O jornal britânico “Guardian” matou a charada: basta o dono do perfil ter criado no ano passado um monte de previsões aleatórias para o mesmo fato –como, por exemplo, ter chutado outros artistas para o Super Bowl além de Gaga– e colocado todo o perfil em modo privado.

Quando os fatos acontecem, você torna o perfil público, apaga as postagens com as previsões erradas e deixa apenas as corretas. Aí é só dar um jeito de os internautas descobrirem e viralizarem tudo.

Isso é facilmente percebível quando clicamos em cada post: todas as reações visíveis dos demais usuários ao post –respostas e compartilhamentos– foram a partir de quarta-feira, data do anúncio. O fato de a conta ter apenas 22 postagens até o momento –e quase todos datadas em um intervalo de poucos meses– também é suspeito.

Tentativas de prever o futuro no Twitter já rolam há algum tempo. Veja por exemplo o truque de um usuário que adivinhou o resultado da final da Copa do Mundo de 2014, com estratégia similar a do @beyoncefan666: postou vários resultados e “fulano marca gol” antes do jogo e apagou as previsões erradas depois. E o usuário abaixo descobriu a farsa.


Turumtutum, turumtutum! Veja a Siri mostrando seu “suíngue” de Carnaval
Comentários 1

Márcio Padrão

Você sabia que a Siri, a assistente pessoal da Apple, não apenas gosta de Carnaval, como também improvisa uma cantoria de marchinhas? É o que alguns internautas informaram no Twitter. E o UOL confirmou a brincadeira, como você pode ver no vídeo acima.

Além de mostrar sua famosa falta de ritmo, a Siri faz versões “freestyle” de marchinhas famosas como “As Águas Vão Rolar” e “Ó Abre Alas”.

Usuários de iPhones já sabem há algum tempo que a Siri faz algumas brincadeiras quando reage a certas perguntas ou pedidos, graças a inclusões constantes dos programadores da Apple. Um exemplo clássico foi quando descobriram que ela consegue fazer beat box.

Veja abaixo a reação das pessoas ao Carnaval da Siri no Twitter:

Relembre também a entrevista que o UOL fez com Regina Bittar, a responsável pela voz da Siri no Brasil.

Tags : Siri


WhatsApp é vendido por R$ 97,5 mil. Mas não é bem o que você está pensando
Comentários COMENTE

Gabriel Francisco Ribeiro

whatsapp

Atenção: o WhatsApp foi vendido por R$ 97,5 mil. Mas calma, calma…

Não, não estamos falando do aplicativo cujo dono é o Facebook e que você usa diariamente. Na verdade, o “WhatsApp” vendido é um touro em uma transação realizada na temporada de leilões no Rio Grande do Sul.

Este é o WhatsApp vendido por R$ 97,5 mil

Este é o WhatsApp vendido por R$ 97,5 mil (Crédito: Divulgação)

A companhia que adquiriu o WhatsApp é a Alta, uma empresa canadense do mercado de melhoramento genético bovino. De acordo com a companhia, o WhatsApp, que tem apenas dois anos, é famoso pela sua produção de qualidade, com destaque para características de desempenho e musculatura.

O WhatsApp ainda tem honrarias maiores: já se consagrou campeão da Exposição Nacional de Brangus, como líder de desempenho e beleza racial.


O artigo científico sobre inteligência artificial de… Kristen Stewart
Comentários 7

Márcio Padrão

A atriz Kristen Stewart anda empenhada em sair do estereótipo de protagonista de filme adolescente. Além de estrear como diretora com o curta-metragem “Come Swin”, ela também foi coautora de um artigo científico sobre um tipo de inteligência artificial desenvolvido para o filme com lançamento previsto para este mês no circuito de festivais de cinema, como o de Sundance.

O artigo também foi escrito por Bhautik J Joshi e David Shapiro, respectivamente engenheiro de efeitos especiais e produtor do filme, e foi publicado online no site arXiv.org, vinculado à Universidade de Cornell, instituição de ensino privada de Nova York.

O objetivo é explicar uma técnica digital desenvolvida para o filme chamada Transferência de Estilo Neural, que na verdade é uma forma de inteligência artificial que transfere o estilo visual de uma coisa para outra usando um mapeamento de imagens baseado em aprendizado de máquina.

“Come Swim”, o filme, mostra duas perspectivas do dia de um homem, com metade das imagens com visual realista e a outra metade no estilo de pintura impressionista – movimento da pintura francesa do século XIX. Diz o resumo do artigo sobre a tecnologia criada:

“Transferência de Estilo Neural é uma técnica marcante e recentemente desenvolvida que usa redes neurais para redesenhar artisticamente uma imagem no estilo de uma imagem usada como fonte. Este artigo explora o uso desta técnica em um cenário de produção, aplicando-a para redesenhar cenas-chave em ‘Come Swim’ no estilo da pintura impressionista que inspirou o filme.”

“Documentamos como a técnica pode ser conduzida dentro da estrutura de um processo criativo iterativo para obter uma aparência desejada e propor o amplo mapeamento do espaço de parâmetros para o controle criativo. Esperamos que este mapeamento possa fornecer ideias sobre prioridades em pesquisas futuras.”

O site permite que qualquer pessoa submeta artigos acadêmicos sem precisar da “aprovação dos pares”, ou seja, não foi necessário que um professor ou pesquisador de alta graduação aprove o conteúdo antes de publicá-lo. No entanto, todo o conteúdo submetido é moderado.

E a repercussão foi boa, incluindo pesquisadores de tecnologia. Veja abaixo:


Tinder anuncia novo óculos de realidade virtual – calma, não é bem assim
Comentários COMENTE

Lilian Ferreira

Olha o "novo" óculos de realidade virtual do Tinder aí

Olha o “novo” óculos de realidade virtual do Tinder aí (Crédito: Reprodução)

O Tinder avisou, por meio de um vídeo, que vai lançar seu óculos de realidade virtual. Mas calma, não é bem assim: nada passou de uma brincadeira do aplicativo com a CES 2017 (Consumer Electronics Shows, maior feira de tecnologia do mundo), que ocorre nesta semana em Las Vegas, nos Estados Unidos.

A novidade apareceu por meio de um vídeo replicado pela companhia em suas redes sociais. O “Tinder VR” nada mais é do que duas pessoas utilizando um headset na cabeça e tendo uma conversa frente a frente.

Em um post também em tom de brincadeira no blog do Tinder, a empresa diz que, como está na área de tecnologia, se inspirou a criar um óculos de realidade virtual próprio – a tecnologia é a queridinha das empresas da área no momento. Contudo, o propósito da empresa seria outro.

“O negócio é o seguinte: nossa missão sempre foi unir pessoas para que tenham experiências no mundo real. Então como conciliamos com o fato de que a realidade virtual é a antítese disso?”, questiona o texto.

Realmente, a pergunta é conveniente. O texto então é concluído com uma exaltação ao mundo real.

“Bem-vindo ao futuro. Ele é só sobre conexão humana. Dê uma chance – você pode gostar”, afirma.


Inveja e tristeza: emojis de corações ganham curiosas traduções no Google
Comentários COMENTE

Márcio Padrão

Uma usuária do Twitter chamada Cynthia descobriu que o Google Tradutor na língua espanhola tem uma peculiaridade: explicar o significado de alguns emojis de corações.

O procedimento é assim: entre no Google Tradutor (versão para desktops ou no aplicativo, tanto faz) e coloque lá os vários emojis de corações para serem traduzidos para a língua espanhola. Em celulares é fácil: basta clicar no botão do teclado virtual que abre a área de emojis.

Nos PCs e notebooks, você pode apelar para sites de catalogação de emojis, como a Emojipedia, que permite copiá-los para a área de transferência do Windows. Ou você pode usar este link, onde já fizemos todo esse trabalho para você.

Feita essa parte, clique no botão de alto-falante da tradução para espanhol para ouvir os significados (em espanhol, claro). Alguns são exatamente o que mostram, outros são bem inusitados. Veja abaixo a lista:

❤ Coração
💘 Coração com flecha
💓 Coração palpitante
💔 Coração partido
💕 Dois corações
💖 Coração emocionado
💗 Coração inquieto
💙 Tristeza
💚 Inveja
💛 Amor puro
💜 Amor proibido
💝 Coração com laço
💞 Amor no ar

De onde o Google tirou essas definições? Não se sabe ao certo, mas a própria Emojipedia cita que o coração verde pode significar inveja. O “Buzzfeed” também encontrou este site em espanhol cujas definições de corações púrpura, amarelo e verde batem com as do tradutor online.

É bom lembrar que o Consórcio Unicode, que regulamenta os emojis, não reconhece essas descrições como corretas e vai no óbvio: são apenas corações coloridos mesmo. Mas sabemos que significados podem ser atribuídos pelas pessoas com o tempo: basta lembrar que berinjelas e pêssegos ganharam conotações sexuais no Instagram, por exemplo.

Tags : emojis


Receita Federal prende quadrilha que escondia 30 iPhones debaixo da roupa
Comentários 76

Márcio Padrão

A alfândega da Receita Federal no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, apreendeu 30 aparelhos de iPhones 7 e 7 Plus, em diversas cores. Quatro passageiros estavam envolvidos na tentativa de burlar a fiscalização de produtos importados. O curioso é que todos os aparelhos estavam atados ao corpo dos viajantes, até próximo às cuecas.

Cada um deles portava apenas uma mala, onde estavam caixas com fones de ouvido, cabos e carregadores. A polícia encontrou os celulares — avaliados em aproximadamente R$ 100 mil– por meio de revistas pessoais.

A apreensão, que ocorreu na terça-feira (4) mas só foi divulgada na quinta (6), foi resultado de uma operação que monitorou um dos envolvidos por duas semanas usando cruzamento de dados (número de dias de viagens, quantas viagens por ano, etc). Na área das esteiras de bagagem, a equipe da polícia identificou os outros três.

“As malas passaram pelo raio-x, que mostrou uma grande quantidade de caixas. A partir daí eles tiveram que ser abordados e passaram pelo raio-x de corpo”, disse Ricardo Mesquita, assistente do inspetor da alfândega do Galeão.

Os quatro foram presos em flagrante pela prática dos crimes de descaminho e formação de quadrilha. Os smartphones foram retidos para aplicação da pena de perdimento — ou seja, podem ser destinados a leilão, doados ou incorporados como bens da União.

Tags : iphone


Um dia de fúria: rapaz irritado esmaga iPhones novinhos
Comentários COMENTE

Márcio Padrão

Um rapaz de identidade ainda desconhecida entrou na quinta-feira (30) em uma Apple Store na cidade francesa de Dijon, pegou uma bola de metal e, irritado, destruiu todos os iPhones que encontrou pelo caminho.

Aparentemente ele estava furioso por ter se sentido lesado pelo atendimento ao consumidor da empresa.

Nos vídeos de pessoas que estavam na loja, é possível ouvir o homem –na casa dos 30 anos– dizer frases de protesto como “A Apple é uma empresa que viola os consumidores europeus. Eles se recusaram a me reembolsar, e eu disse: ‘Deem meu dinheiro de volta’. Eles disseram não, então sabe o que está acontecendo? Isso está acontecendo!”

Após destruir vários aparelhos e deixar um prejuízo estimado em dezenas de milhares de euros, ele foi quase imediatamente detido por um segurança e depois pela polícia. O francês está em prisão preventiva e uma investigação está em andamento.

Tags : iphone


Tem maluco para tudo: ele meteu iPhone 7 em Coca-Cola congelada e no nitrogênio líquido
Comentários 3

Márcio Padrão

O canal do Youtube TechRax é “especializado em destriur tecnologias desde 2001”, segundo a própria descrição do perfil. Assim, é claro que o celular do momento, o iPhone 7, seria sua próxima vítima.

Como a resistência à água e poeira foi alardeada pela Apple como um de seus pontos fortes, o criador do canal decidiu testar isso de um jeito bem radical e maluco: mergulhando o iPhone em um vasilhame com Coca-Cola e pondo para congelar por 12 horas.

Depois de congelada, a mistura teve que ser rachada com uma marreta.

O resultado? O iPhone teve sua bateria quase toda drenada e a tela apresentava atrasos nos comandos. Mas dadas as circunstâncias, o fato de estar ainda funcionando é que impressionou. Incluindo aí a câmera e os alto-falantes, mas esses últimos ficaram com o volume mais baixo.

Você pode ver o teste completo aqui.

Achou demais? Ele fez um teste ainda pior: pôs o iPhone 7 –um aparelho novo, e não o mesmo do teste anterior, claro– mergulhando em nitrogênio líquido, usado em processos extremos de congelamento, por cinco minutos.

Ele só teve uma apagada rápida, mas depois funcionou normalmente!

Outro iPhone 7 ainda foi jogado no microondas por duas vezes, sobrevivendo a três segundos de calor mas não resistindo a mais 15 segundos.


Em 1947 um precursor do Skype permitiu fechar um contrato
Comentários COMENTE

Márcio Padrão

O Skype, o Google Hangouts e outros programas e apps realizam há alguns anos parte do futuro imaginado pelos Jetsons, com o recurso de chat por vídeo.

Por outro lado, mesmo em 2016, fechar um contrato com validade legal à distância é algo pouco comum; a burocracia de vários países ainda prefere mexer com papel –apesar de que alguns progressos vêm acontecendo nos últimos anos, como audiências por videoconferência e juízes usando o WhatsApp para acelerar processos judiciais.

Em 1947, unir conversa por vídeo a questões jurídicas parecia algo quase utópico e impossível de conceber. Mas naquele ano, nos EUA, foi assinado um contrato dessa forma.

Em uma estratégia de publicidade, executivos da fabricante de carros Chevrolet assinaram um acordo com a emissora de TV Dumont para patrocinar alguns programas. Isso foi feito simultaneamente pelos contratantes a mais de 320 quilômetros de distância, entre Nova York (foto acima, tirada do blog “Modern Mechanix”) e Washington. Eles filmaram cada uma das partes mostrando detalhes do contrato para o outro lado, para se assegurar de que estavam assinando o mesmo conteúdo.

Não bastasse a cena inusitada, a foto mostra como a televisão da época estava longe dos modernos monitores planos e finos de LCD que temos hoje. Era sem dúvida uma época de pioneiros.