Blog do UOL Tecnologia

Categoria : Música

Com vídeo musical (fofo!) no YouTube, casal anuncia fim da relação de cinco anos
Comentários 2

Juliana Carpanez

Taí uma forma civilizada (e fofa!) de anunciar na internet o fim de um namoro. Em vez de simplesmente pararem de se seguir no Twitter e se bloquearem no Facebook (convenhamos: geralmente é assim), Jonathan Mann, 30, e Ivory King, 31, fizeram uma música para avisar aos amigos sobre o término. Publicaram o vídeo (fofo!) no YouTube na quarta-feira (5) e o resultado é este abaixo, com quase 100 mil cliques na sexta-feira (7).

 

Na descrição do vídeo, Mann (que posta diariamente uma nova música no YouTube, há mais de 1.400 dias), diz: “É verdade. Eu eu Ivory estamos terminando. É triste. Muito triste […]. Mas sei que é a decisão certa e que seremos mais felizes no final.”

Na música “We’ve Got To Break Up” (temos que terminar), eles falam do conflito que levou ao fim (ele quer filhos, ela, não) e reconhecem que é uma situação difícil. Pedem a ajuda dos amigos e avisam que não será preciso escolher de que lado ficar. “Convidem a gente para suas festas, daremos um jeito. Não se sintam estranhos, amamos vocês todos.”

Em entrevista ao “Daily News”, Mann disse achar que essa seria a melhor forma de dar a notícia aos amigos. “Não queria simplesmente postar algo no Facebook. E também não queria ter de explicar várias vezes para as pessoas, porque é muito doloroso. Achei que seria catártico [purificador] fazer isso juntos, uma espécie de ato final”, explicou.

Veja abaixo casos de pessoas que, ao contrário de Mann e Ivory, perdem a linha na internet.

Lá do Daily News


Com música ‘iPhone’, dupla sertaneja pega carona no sucesso da Apple
Comentários 7

Juliana Carpanez

Os irmãos Diego (esq) e Junior cantam há 11 anos; com “iPhone”, dupla consegue se destacar no Twitter

Enquanto a Apple anunciava seu novo iPhone nos EUA, na semana passada, aqui no Brasil a dupla sertaneja Diego e Junior também apresentava seu iPhone. Não o aparelho, claro, mas sim uma música que leva o mesmo nome do smartphone da Apple. É o iPhone versão arrocha.

”E pega o meu iPhone/Agenda o telefone/Pra depois não te perder/Não tenho carro zero/Mas tenho o seu nome/Gravado no iPhone/Pra eu não te esquecer”, diz o trecho geek da música romântica, com jeitão de Michel Teló.

O som foi colocado no YouTube no dia 11 de setembro (ouça abaixo) e, no dia 12, a empresa norte-americana anunciou seu novo smartphone. Coincidência? “A gente não sabia do lançamento e, quando vi a notícia da Apple no dia seguinte, achei que o sucesso estava mesmo predestinado”, brinca o empresário da dupla, Rick Chanan.

Desde então, o empresário de Londrina (PR) tem usado a tecnologia para promover a banda de Tangará da Serra (MT). Não mais com o iPhone, mas pelo Twitter – foi nos Assuntos do Momento (ou trending topics) do Brasil que o UOL Tecnologia tomou conhecimento da música. Para destacar “iPhone” no microblog, ele conta com a ajuda dos fãs e também de seu sócio, cheio de seguidores. “Já ficamos em segundo lugar nos trendings mundiais”, afirma Chanan, que empresaria a banda há cerca de oito meses.

Na estrada há 11 anos, os irmãos Diego, 18, e Junior, 22, criaram “iPhone” quando o empresário pediu uma faixa com alguma referência atual. “Se não associar o sertanejo jovem a algo atual, a música pode passar despercebida”, ensina (“Camaro Amarelo” não o deixa mentir). Diego e Junior estão de mudança para Londrina, onde gravarão em meados de outubro o clipe de “iPhone”. Curtiu, Steve Jobs?


Facebook monta playlist com as músicas que as pessoas mais ouvem no começo e fim de namoro
Comentários COMENTE

Ana Carolina Prado

Aplicativo Spotify, que permite ouvir música no Facebook

Que música você costuma ouvir quando termina um relacionamento? E quando começa um novo? Na vibe do dia dos namorados (comemorado em muitos países no dia 14 de fevereiro), o Facebook pegou dados de usuários norte-americanos para descobrir o que eles  estavam ouvindo com o aplicativo Spotify no dia em que mudaram seu status na rede social para “em um relacionamento sério” ou “solteiro”.

O resultado virou duas playlists – uma com as dez músicas mais ouvidas por quem acabou de começar um namoro e outra com as músicas mais recorrentes após um pé no traseiro. Tudo bem eclético: tem de Britney Spears a Foster the People – sem deixar a Adele, rainha dos corações partidos, de fora.

Só não tem nenhuma brasileira (os gringos curtem Michel Teló, mas “Ai, se eu te pego” funciona mais para a época pré-namoro, não?), então fica a pergunta: que músicas você mais ouve nessas duas ocasiões? Comente aí e nós poderemos fazer uma lista brasileira.

As músicas que as pessoas mais ouvem quando começam um namoro

1.”Don’t Wanna Go Home” de Jason Derulo
2.”Love On Top” de Beyoncé
3.”How to Love” de Lil Wayne
4.”Just The Way You Are” de Bruno Mars
5.”Good Feeling” de Flo Rida
6.”It Girl” de Jason Derulo
7.”Stereo Hearts” de Gym Class Heroes e Adam Levine
8.”Criminal” de Britney Spears
9.”No Sleep” de Wiz Khalifa
10.”Free Fallin'” de John Mayer

As músicas que as pessoas ouvem quando terminam um namoro

1.”The Cave” de Mumford and Sons
2.”Crew Love” de Drake
3.”All of the Lights” de Kanye West
4.”Rolling in the Deep” de Adele
5.”Take Care” de Drake
6.”It Will Rain” de Bruno Mars
7.”We Found Love” de Rihanna & Calvin Harris
8.”Call It What You Want” de Foster the People
9.”Love You Like a Love Song” de Selena Gomez e the Scene
10.”Without You” de David Guetta e Usher


Lá do Facebook

Imagem: Reprodução


Músico Neil Young afirma que Steve Jobs (aquele do iPod) gostava de ouvir discos de vinil
Comentários 1

Juliana Carpanez

Steve Jobs transformou a forma como ouvimos música com o iPod, o tocador digital mais vendido em todo o mundo. Mas em sua casa, ele gostava mesmo era de ouvir discos de vinil (ou LPs). Isso segundo o roqueiro Neil Young (foto), que fez uma apresentação nesta terça (31) no evento D: Dive Into Media, na Califórnia.

Deve-se ter cautela com a informação. Primeiro, claro, porque Jobs não poderá desmenti-lo. Segundo porque o roqueiro está justamente trabalhando em um formato de músicas mais “puro” que os arquivos compactados. E, segundo Young, o cofundador da Apple gostava mais desse tipo de som no qual ele está trabalhando. #coincidência?

“Conversei com Steve sobre o projeto. Estávamos trabalhando nele. Se ele tivesse vivido mais, teria tentado o que estou tentando fazer”, disse, segundo o “Daily Mail”. Seu projeto consiste em um novo formato que não altere a qualidade das canções. “Vivemos em uma era digital e, infelizmente, ela está degradando nossa música.”

Por conta do tamanho dos arquivos, um tocador seria capaz de armazenar somente 30 álbuns. Além disso, cada canção levaria 30 minutos para ser baixada. Será mesmo que Steve Jobs gostaria da ideia?

Foto: Getty Images

Lá do: Daily Mail


Banda promete mais de 40 modinhas da internet em um só vídeo. Conhece todas?
Comentários COMENTE

Juliana Carpanez

A banda The Gag Quartet (que, apesar do “quarteto” no nome, é composta por três pessoas) criou um vídeo no qual promete reunir mais de 40 memes – como são chamadas as modinhas da internet. Tem o Nyan Cat, a carinha Forever Alone, uma nova versão do já saudoso Tró-ló-ló e… bom, o resto você tenta descobrir sozinho. O vídeo está abaixo e, se precisar, o álbum de virais do UOL Tecnologia pode ajudar.

Não assistir é uma puta falta de sacanagem! :)

 


Mãe acusa cachorro eletrônico de xingar, em vez de cantar para sua filha
Comentários COMENTE

Juliana Carpanez

A britânica Leigh McPherson, 20, comprou para sua filha Mia, de quatro meses, o cachorrinho eletrônico Violet (foto abaixo), que canta músicas baixadas do site do fabricante. Para sua surpresa, no entanto, a mãe diz ter ouvido um palavrão logo na primeira canção– “fuck” em vez de bark (latir). Segundo o “The Sun”, no entanto, a LeapFrog Toys afirmou tratar-se de uma questão de sotaques.

“O brinquedo é dos Estados Unidos, e a voz tem sotaque norte-americano. A empresa diz que a palavra é ‘bark’ [latir]. Mas, para qualquer britânico, soa como aquela palavra com ‘F’”, disse a mãe de Mia, ao jornal britânico. O “The Sun” afirmou que a empresa pediu desculpas e fez uma nova gravação, que já está disponível, para evitar casos como esse.

“O maior problema, agora, são meus amigos. Todos eles querem brincar com o cachorro, pois o consideram hilário”, contou Leigh.

Foto: Divulgação
Lá do: The Sun


Sabe quem iria gostar do Facebook e Twitter? John Lennon
Comentários COMENTE

Rodrigo Vitulli

“Imagine all the people…” no Facebook

Quem revelou o suposto gosto do marido foi a própria, a lendária – e por vezes odiada, Yoko Ono. Em entrevista ao jornal “The Daily Mail”, Yoko disse que John iria adorar o modo como o mundo vem mudando, incluindo a internet e as redes sociais: “Ele usaria os novos meios para mandar mensagens e pronunciamento a todo o tempo. Ele teria 70 anos, mas saberia de tudo o que está acontecendo”. Será?

Yoko ainda fez questão de mencionar que o marido iria gostar de Lady Gaga. Segundo ela, John gostava de artistas que não tem medo e que sempre rompem barreiras. Ah sim, ela também ressaltou que não teve nada a ver com o fim dos Beatles. Ahan, ahan….

Lá do The Daily Mail
Imagem:
Christopher Furlong/Getty Images


Pendrive especial traz todo o acervo dos Beatles em MP3
Comentários COMENTE

Rodrigo Vitulli

Bastou os Beatles disponibilizarem o acervo na iTunes Store para que os álbuns da banda atingissem a marca dos mais vendidos da loja virtual. O feito deixa claro que há uma demanda reprimida pelo consumo do trabalho da banda mais famosa de todos os tempos. E que eles, definitivamente, são a maior banda de todos os tempos.

Aqui vai uma dica do Gigablog quem é fã dos Beatles e brasileiro. Afinal, a iTunes Store ainda não estreou por aqui. A Amazon vende um pendrive especial, com o formato de maça verde em alumínio, característico da gravadora do conjunto, a Apple Corps (não confundam com a empresa de Steve Jobs).

Mas é claro que o brinquedinho não é apenas uma unidade de armazenamento. O pendrive já vem com os 14 álbuns oficiais da banda remasterizados. Todas as músicas vêm nos formatos FLAC 44.1 Khz 24 bit (sem perda de qualidade) e MP3 320 Kbps. Além disso, os 16 GB de capacidade de maçãzinha contém fotos inéditas e documentários sobre os bastidores das gravações das canções.

Bom, barato não é, mas qualquer fã ou colecionador que se preze não iria achar absurdo investir US$ 270 no item.

Imagem: divulgação


Rap em português descreve a vida (nem tão) dura dos nerds. Se liga aí!
Comentários COMENTE

Juliana Carpanez

Se você é nerd, mas nerd mesmo, pode clicar aqui e assistir a este vídeo, que mistura de forma competente o universo rap com o de “Pokémon”, “The Big Bang Theory” e “O Senhor dos anéis”, além de outras nerdices. Mas caso o nome da música “Eu sou 1337 Pt.2 – Lol WTF BBQ” não passe de um embaralhado de letras, vamos com um pouco de calma. Independente de qual seja o seu perfil, uma coisa é certa: vale, sim, investir quatro minutos para ver o conteúdo que revela: “a zona Norte da internet tá de volta pra dizer que a vida é cabulosa na mesa de RPG”.

Para não deixar ninguém de fora, o Gigablog fará aqui um serviço de tradução: 1337 é uma forma de escrever Leet, ou “elite”. O termo era usado nos anos 80, para indicar status a determinados usuários das BBS, sistemas de comunicação que antecederam as salas de bate-papo. Já “Eu sou 157” é uma música dos racionais MC’s – portanto, com “Eu sou 1337”, Cauê Moura, responsável pelo vídeo, conseguiu unir o geek à maladragem.

A sigla Lol (laugh out loud) é usada para indicar gargalhadas, WTF (What the fuck?) representa “o que é isso?” e BBQ (barbecue) quer dizer… churrasco. Ou seja: se você não havia entendido as siglas do título, não tinha perdido muito!

O glossário do rap também inclui i7 (chip superpoderoso da Intel); PVP (player versus player; jogador contra jogador); Gollum (personagem de “O Senhor dos Anéis”); Klingon (língua e raça fictícia criada para a série “Jornada nas Estrelas”); Magicarpa (peixe do “Pokémon”); Gyarado (dragão do “Pokémon”) e Bazinga (indicação de piada do “The Big Bang Theory”). Mas lembrando que o mais importante da música, mesmo, é o segredo do nerd durão: ele toma um Mupy para enfrentar o mundo cão e assiste a um episódio de “Naruto” para aliviar a tensão. Aí, sim!


Aplicativo transforma iPad em pick-up de DJ profissional
Comentários COMENTE

Rodrigo Vitulli

O lançamento do iPad na última quinta-feira foi um sucesso, mas muita agente ainda fazia cara de interrogação enquanto mexia no aparelho demonstrativo. Para que serve afinal? Não dá para dizer exatamente, mas serve de pick-up para DJs. E uma bem equipada.

O aplicativo Djay for iPad, desenvolvido pela empresa Algoriddim, tem uma interface bastante realista e controles semelhantes a uma pick-up profissional, com dois canais, um mixer e todas as funções necessárias para fazer a música agitar a festa.

Se você não é profissional, o barato mesmo vai ser fazer o scratch (aquele som do disco raspando na agulha com o movimento das mãos). O mais legal: ele acessa toda a biblioteca de músicas dentro do aparelho, ou seja, dá apara brincar de DJ como toda sua coleção de MP3.

O aplicativo ainda traz a função automix, que continua mixando as canções mesmo sem ninguém controlando. Um DJ incansável que sai por US$ 20 na App Store.

Acompanhe o vídeo explicativo:

[uolmais]http://mais.uol.com.br/view/8802438[/uolmais]

Bônus: DJ Branco utiliza iPad para tocar no lançamento do aparelho no shopping Iguatemi, em São Paulo

Lá do Gizmodo
Imagem
: divulgação