Blog do UOL Tecnologia

Categoria : Mão na massa

Quantos iPhones são necessários para segurar uma bala?
Comentários 1

Guilherme Tagiaroli

iphonesbalas

Norte-americano testou a resistência de smartphones com tiro de fuzil

Há várias histórias de gente que foi salva de um tiro por uma caneta ou algum outro objeto estranho presente no bolso. Baseado nisso, o norte-americano Daniel, dono do canal do YouTube EverythingApplePro, tentou responder a seguinte pergunta: quantos iPhones são necessários para segurar uma bala?

Para a missão, ele alinhou oito telefones, sendo três iPhones 6 Plus, dois iPhones 6 (sendo um falso), dois iPhones menores (provavelmente 5s) e, no fim, um Galaxy S6, da Samsung. A arma usada pelo youtuber foi um fuzil AK-74, o que é um pouco sem noção, pois esse tipo de armamento era usado pelo exército da União Soviética na década de 70.

Na primeira tentativa, foram necessários cinco telefones para interromper o curso da bala do fuzil.

Na segunda, feita no centro da tela, a bala só parou no sexto telefone. Porém, deve-se levar em consideração que os dispositivos já estavam danificados, o que facilita a passagem do projétil.

No fim das contas, ficou comprovado que em situações de perigo é melhor optar por ter um colete a prova de balas (ou correr o mais rápido que puder), pois esse negócio de andar com cinco iPhones não é nada prático.

___
Lá da Cnet
Imagem: Reprodução/YouTube/EverythingApplePro.


Twitter ganha emojis personalizados do Star Wars; saiba como usar
Comentários COMENTE

Guilherme Tagiaroli

starwars

Basta colocar a hashtag correspondente ao personagem que o Twitter exibe uma imagem dele

Um teaser do filme “Star Wars: Episódio 7 – O Despertar da Força” foi lançado nesta quinta-feira (16), durante a “Star Wars Celebration”, um evento para fãs da saga “Guerra nas Estrelas”. Aproveitando as festividades, o Twitter implantou três emojis personalizados no site para os que curtem os filmes idealizados por George Lucas.

Para usar os emojis do “Star Wars” no Twitter, é simples: basta usar a hashtag em alguma publicação e a rede mostrará o personagem correspondente.

“#C3PO” (a última letra é “O”, não o número zero)
“#stormtrooper”
“#bb8″

A rede social dá a entender que devem ser lançadas outras opções, pois a companhia, em comunicado à imprensa, disse que a partir desta quinta-feira só funcionariam três. A ver o que vem em seguida.

__

Lá do Twitter Blog

Imagem: Divulgação.


Saiba como habilitar o emoji do Spock no iPhone
Comentários 2

Guilherme Tagiaroli

spockssss

A notícia de que a Apple ia inserir na atualização do sistema iOS um emoji em homenagem ao sr. Spock, de “Jornada nas Estrelas”, animou muitos fãs da série e da cultura geek. No entanto, quem correu para fazer o processo de upgrade do sistema talvez tenha ficado frustrado, pois o símbolo da saudação vulcana não aparece na galeria de emojis.

O fato é que é preciso fazer um pequeno truque para incorporá-lo ao “dicionário de caracteres” dos dispositivos móveis da Apple.

A primeira ação a ser feita é atualizar o sistema para a versão 8.3 (que foi liberada na última quarta-feira, 8). Para isso, vá em Ajustes > Geral > Atualização de Software.

Isso fará com que o usuário tenha acesso a vários emojis, inclusive os de diversidade racial — ao segurar, por exemplo, em qualquer item relacionado a pessoas, o sistema mostrará seis opções de cores. Porém, o do sr. Spock ainda não vai estar lá.

Para inserir o emoji da saudação vulcana, o usuário precisa copiá-lo de algum lugar (se for o caso, copie desse tuíte — você só conseguirá visualizá-lo se tiver o iOS 8.3). Na sequência, vá ao menu Ajustes > Geral > Teclado > Atalhos.

Lá clique no botão “+” (que está no canto direito superior) e cole no item frase  o emoji da saudação vulcana. Em atalho, você deve colocar um termo chave: toda vez que você digitar, mostrará o símbolo do sr Spock. Uma sugestão é colocar a palavra spock. Por fim, salve.

É importante ressaltar que o emoji do Spock só está habilitado em aparelhos com o sistema iOS 8.3. Portanto, iPhones e iPads com versões anteriores não poderão ver a imagem. Donos de smartphones de outros sistemas operacionais também não conseguirão visualizar a saudação vulcana.

__

Lá da Cnet

Imagem: Reprodução.


Mãe usa app de maquiagem em filho e o resultado ficou bem esquisito
Comentários COMENTE

Guilherme Tagiaroli

Fiona (dir.), 28, deitada com Gabriel, seu filho recém-nascido

Uma mãe britânica identificada como Fiona, 28, estava sem muito o que fazer e decidiu usar o aplicativo YouCam Makeup  para brincar com fotos tiradas de seu filho, Gabriel, de apenas 7 semanas.

O programa, disponível gratuitamente para iOS e Android, permite inserir maquiagem em um rosto, baseado em uma foto armazenada em um smartphone.

Fiona fez versões de maquiagem de seu filho de tudo quanto é forma. E o resultado ficou bem estranho.

Em seu post no site Imgur, onde foram publicadas as fotos, Fiona diz apenas: “de propósito, tirei fotos dele fazendo várias caretas, porque vivo para me divertir”.

Nessa primeira, ela colocou batom no garoto, fez um olhão e uma sobrancelha no pequeno Gabriel.gab1

Nessa abaixo, Fiona mudou a cor dos olhos do recém-nascido e ainda colocou um corte chanel nele.

gab2

A mãe não perdoou nem o sono de Gabriel. Enquanto dormia, ela usou o app  para colocar colocou batom no garoto e ainda pintou as sobrancelhas.

gab3

No site Imgur, as reações foram bem controversas. “Vi a imagem e pensei: ‘uou, colocaram maquiagem em uma criança’. Quando cliquei, achei bacana e creio que faria o mesmo com meus filhos”, publicou um usuário identificado como “UndercoverCopper”.

Outro perfil do site de imagens, identificado como “HaywoodJeDewmie”, postou: “Você é uma mãe terrível”.

Na área de comentários do Imgur, a mãe jurou que tudo não passou de uma brincadeira e que não usou nenhum tipo de maquiagem real. Tudo foi feito via aplicativo YouCam Makeup. Menos mal, né?!

__

Lá do Daily Mail e do Buzzfeed

Imagens: Imgur/Unicornreality


YouTube testa funcionalidade que permite criar gifs animados de vídeos
Comentários COMENTE

Guilherme Tagiaroli

O YouTube tem feito testes em alguns canais que permitem criar gifs animados a partir de vídeos publicados na plataforma. Por enquanto, há poucos canais habilitados com a função. O “PBS Idea Channel (em inglês) e o “Good Mythical Morning” (também em inglês) são algumas das opções para fazer o teste.

A plataforma suporta gifs de até 6 segundos e para acessar o recurso, o usuário deve clicar no botão compartilhar. Lá, ele terá as opções compartilhar, incorporar, e-mail e, finalmente, gif.

Não tem muito segredo, basta escolher o trecho do vídeo (dá para digitar o minuto dos trechos ou selecionar numa linha do tempo), inserir um texto (não é obrigatório) e clicar no botão “criar gif”.youtubegif

Para enviar o gif para os amigos, copie a URL da opção “link direto” e seja feliz. 😉

__

Lá do Engadget

Imagem: Reprodução/YouTube

Tags : gif youtube


O melhor iPhone é o de chocolate: saiba fazer
Comentários COMENTE

Juliana Carpanez

Virou notícia esta semana o lançamento de um livro digital com mais de 75 receitas fornecidas por nerds. O The Startup Chef tem sugestão para o café da manhã de um funcionário do WordPress, receitas de almoços fornecidas por quem trabalha no Google e no Yahoo, sopa de um colaborador do Foursquare e sanduíche de um funcionário do Facebook. Mas o que nos chamou mesmo atenção foi a receita de um iPhone de chocolate (!) sugerida por Brit Morin (dona do site Brit+Co, cheio de dicas para as mulheres prendadas). Espia só:

A receita disponível no livro foi publicada originalmente em abril: ainda dá para segui-la, desde que você alongue o aparelho e coloque uma fileira a mais de aplicativos (estamos agora na era do iPhone 5). Esse saboroso smartphone usa como fôrma uma capinha de silicone, onde o chocolate (preto ou branco) derretido deve ser derramado. A matéria prima dos aplicativos é um doce chamado nos EUA de AirHeads, que vem em diferentes cores. Com exceção do passarinho do Twitter, parece fácil.

A gente aqui também já fez nerdices na cozinha. Olha só:

 


Fã da Apple transforma escritório em réplica de loja oficial da marca
Comentários 2

Guilherme Tagiaroli


Não bastasse o processo de evangelização dos fãs da Apple, um chinês decidiu ir além e transformar o próprio espaço de trabalho, em sua casa, em uma réplica de uma Apple Store (lojas oficiais da marca). Diferente de outros espertalhões na China, que montaram réplicas de lojas para vender produtos.

“Podem me chamar de louco. Mas há mais ou menos três meses eu acordei e decidi renovar completamente meu escritório de casa”, disse David Wu, o autor da façanha.

O quarto conta com todos os elementos de uma Apple Store: bancadas e prateleiras de madeira, caixas e mais caixas de produtos, uma Apple TV conectada a um televisor, e até uma impressora sem fio (ao comprar algo em uma loja da Apple, o consumidor pode receber a nota impressa ou recebê-la por e-mail).

Apesar de não relatar o quanto gastou, Wu diz que as caixas de produtos utilizadas nas prateleiras foram de produtos que ele próprio adquiriu. “A maioria das caixas (não todas) é de produtos Apple que fui comprando com o tempo e consegui guardar. Ao todo, tenho 20 iCoisas funcionando.” Ou seja, ele não gastou pouca coisa nesses últimos anos.

Veja abaixo algumas imagens disponibilizadas no blog de David Wu de seu escritório inspirado em uma Apple Store:

 

_______
Lá do blog do David Wu (em inglês)
Imagem: Reprodução


Aplicativo grátis joga míssil, carro e pedra gigante sobre imagens filmadas no celular
Comentários 5

Guilherme Tagiaroli

Um novo aplicativo para iCoisas (iPad, iPhone e iPod touch) concede poderes sempre sonhados pelos usuários – ao menos os que sempre gostaram de ver filmes com explosões espalhafatosas. Agora imagine explodir com um míssil, jogar um carro em cima ou derrubar uma pedra gigantesca em cima de algo (ou alguém!).

Esta é a proposta do aplicativo Action Movie FX, da Bad Robot Interactive (sim, aquela mesma empresa responsável pelos efeitos especiais do seriado Lost).

Após baixar o programa, o usuário simplesmente abre o aplicativo e deve escolher um dos três efeitos disponíveis (explodir objeto com míssil, jogar um carro em cima ou derrubar uma pedra gigantesca) que ele quer aplicar. Na sequência, é necessário filmar o objeto ou a pessoa que se quer destruir [ou homenagear :)] no vídeo.  Abaixo, um vídeo feito pelo autor do post, que não tem nada contra o robôzinho do Android.

 

Mesmo gratuito, o usuário pode ainda comprar outros efeitos Hollywoodianos como tornado, mísseis teleguiados e até fuzilamento. Cada conjunto com dois efeitos custa US$ 0,99.

___

Lá da AppStore

Imagem: Reprodução

Tags : app apple


Em teste de queda, Galaxy S II sai praticamente ileso, enquanto iPhone 4S fica destruído
Comentários 2

Guilherme Tagiaroli

Tela do iPhone 4S destruída, após queda do aparelho durante deste de resistência

Os usuários já estão cansados de lerem sobre testes de hardware e software de smartphones. Uns dizem que o processador de um é melhor, enquanto o sistema de outro é mais inteligente e por aí vai – em alguns casos, a discussão beira o fanatismo.

Em um ato de desapego, a Square Trade, empresa britânica que presta serviço de manutenção de equipamentos eletrônicos em garantia, pegou um iPhone 4S (sim, exatamente este que começou a ser comercializado na semana passada)  e um Samsung Galaxy S II para uma teste de resistência.

A prova era muito simples (e de cortar o coração, pois é um desperdício destruir os smartphones): primeiro, eles derrubaram os aparelhos no chão com a parte traseira, depois de modo que eles caíssem de “quina” e, por fim, com a tela touchscreen virada para o chão.

Apesar de o iPhone ser mais pesado e, aparentemente, mais resistente pela sua estrutura, o mais “destruído” após o teste foi o novo smartphone da Apple. Ao cair com a parte traseira, o vidro da superfície ficou em estilhaços. O mesmo ocorreu com a tela quando ela caiu diretamente no chão. Já a queda da parte lateral (quina) não danificou o aparelho significantemente.

[Durante o teste, perguntaram para o Siri, função inteligente do iPhone 4S que entende as solicitações de usuário, se ele estava com medo de cair no chão. “Desculpe-me, mas eu não sei como responder isso”, respondeu o smartphone]

Em comparação, o Samsung Galaxy S II sofreu apenas pequenas “escoriações” nos três testes. O aparelho só sofreu pequenos arranhões.

Veja abaixo o teste (em inglês) de queda dos dois aparelhos:

Lá do Square Trade via Gizmodo US

Imagem: Reprodução


De onde você posta/tuíta/navega? Mande uma foto
Comentários 1

UOL Interação

Acaba nesta quinta-feira (1º) o prazo para participar do desafio especial do Instamission para o UOL. A proposta: “Fotografe de onde você usa o computador/De onde você posta/De onde você usa a internet”.

(Não conhece o Instamission? Então, vá para o álbum no final deste post.)

O UOL Tecnologia vai reunir as melhores imagens postadas no Twitter com as hashtags #instamission31 e #uol em um álbum especial, que será publicado na sexta-feira (02). Sim, vale fotografar o computador, o celular, o tablet, o lugar de onde você tuíta. Não, não é obrigatório que você use o Instagram.

Veja abaixo algumas das imagens já enviadas. Para ver o tuíte original, é só clicar sobre a foto.

 

 

 

 

 

 

Quer ver mais? Dê uma olhada em todas as fotos tuitadas.

Desafio fotográfico: conheça o Instamission

Veja Álbum de fotos