Blog do UOL Tecnologia

Categoria : Software

“Taca-le pau” vira jogo gratuito para smartphones Android
Comentários 9

Guilherme Tagiaroli

Imagem do jogo "Taca-le Pau Marcos", disponível gratuitamente no Google Play

Imagem do jogo “Taca-le Pau Marcos”, disponível gratuitamente no Google Play

O vídeo “taca-le pau” não se restringiu apenas ao sucesso na internet. Desde a manhã desta terça-feira (1º) está disponível gratuitamente no Google Play (loja de aplicativos do sistema Android) um jogo que usa os personagens do vídeo. Chamado Taca-le Pau Marcos, o game foi desenvolvido pela Estúdio Arones.

No jogo, como no vídeo viral, Marcos desce o morro da avó Salvelina em um carrinho e deve desviar de pedras do caminho. Durante a jornada, ele vai recebendo incentivos de Leandro, seu primo, quando passa por locais que aumentam a velocidade do carrinho: “Taca-le pau, Marcos. Taca-le pau nesse carrinho”. Os controles são feitos por meio de toques na tela do aparelho.

Quanto mais tempo a pessoa conseguir passar pelos obstáculos, mais pontos vai acumulando.

O jogador pode bater até três vezes nas pedras. Ao acabar as vidas, ouve-se um sonoro “Mazá Marco veio”.

O viral do “Taca-le pau” ficou famoso durante o fim do mês de junho. Nele, Leandro Beninca, 9, filmou seu primo Marcos Martinelli,12, descendo um morro no sítio da avó Salvelina, no interior de Santa Catarina. O engraçado do vídeo é o sotaque carregado de Leandro, que incentiva seu primo dizendo: “Taca-le pau nesse carrinho, Marcos. Taca-le pau, Marcos”.

A gravação foi postada no YouTube no início de janeiro deste ano e o vídeo dos primos já está com mais de 900 mil visualizações na plataforma do Google.

__

Lá do Google Play

Imagem: Reprodução.

Tags : taca-le pau


Tecnologia em automóveis cria a pergunta: seu carro é Apple ou Android?
Comentários 3

Juliana Carpanez

O motorista que passou a vida respondendo à pergunta “álcool ou gasolina?” vai se deparar, nos próximos anos, com um novo questionamento: Apple ou Android? Isso porque os sistemas operacionais CarPlay (Apple) e Android Auto (Google) devem chegar em breve ao mercado automotivo, com a promessa de facilitar a vida e aumentar a segurança do motorista conectado.

carro1

Sistema Android Auto, do Google. Assim como o CarPlay, é preciso conectar smartphone compatível para visualizar dados na tela do painel

Mas, como já acontece no universo tecnológico, é preciso fazer uma escolha. Se o seu próximo carro tiver a plataforma Android, você provavelmente não conseguirá acessar, quando estiver atrás do volante, o conteúdo da loja de músicas iTunes (Apple). Se a escolha for pelo CarPlay, compatível com o iPhone, o conteúdo do smartphone Android é que ficará prejudicado.

As duas plataformas – ainda não disponíveis no mercado – prometem basicamente o mesmo. O automóvel sairá de fábrica já com o sistema operacional e uma tela sensível ao toque instalada no painel. O motorista conectará seu smartphone ao carro, e as informações serão exibidas no display – assim, o automóvel “conversará” com os gadgets e acessará informações da nuvem.

Na prática, com poucos cliques ou comandos de voz, o usuário verá na tela do painel mapas e instruções de navegação. Poderá também escolher suas músicas online, realizar chamadas, ditar mensagens de texto, ouvir o conteúdo desses torpedos e fazer tudo aquilo que os motoristas já fazem hoje, com o celular na mão, colocando em risco a segurança.

Para tirar proveito de tudo isso, será preciso fazer uma escolha, pois eletrônicos e automóveis têm de falar a mesma “língua”. Resta aos usuários viverem mais esse dilema tecnológico (digno da hashtag #classmediasofre) e torcer para a criação de um sistema automotivo com tecnologia flex (a Audi, por exemplo, já anunciou que vai integrar as principais funções das duas plataformas no sistema Multi Media Interface).


Aplicativo para iPhone promete emagrecer visual em até 7 kg
Comentários COMENTE

Guilherme Tagiaroli

Um aplicativo britânico promete melhorar seus selfies (autorretrato, em inglês). Se a natureza não ajuda muito, o SkinneePix diz reduzir em até 15 libras (6,8 kg) do rosto da pessoa fotografada, apenas com alguns truques de edição de imagem.

Disponível na loja da Apple desde o início de março deste ano, a descrição do aplicativo diz que ao utilizá-lo, ele fará “você se sentir melhor” e que as alterações serão como “nosso segredo”.

Ok. Depois de todas essas promessas, decidi desembolsar US$ 0,99 para testar o aplicativo. Baixei e na sequência abri o programa.

Ele abre a câmera frontal do aparelho e mostra um quadrado, onde a pessoa deve posicionar seu rosto. Após isso, o programa analisa as características da foto e libera os botões milagrosos que farão você perder até 6,8 kg.

Depois de algumas tentativas (se ele não reconhece seu rosto, é necessário tirar outras fotos), eis que consegui. E o resultado foi ok: ele, basicamente, deu uma reduzida no meu rosto na região da bochecha.

selfies

À esquerda, a foto convencional; à direita, meu rosto com aparência de menos 6,8 kg

Repare que o aplicativo também deu uma leve distorcida no fundo. No entanto, nesse caso, só é possível perceber, pois tem um “antes e depois”.  Se for usar o aplicativo, é recomendável tirar a foto em fundo neutro (preferencialmente, numa parede de uma cor só), para não deixar pistas que a imagem foi alterada.

A repórter Elena Cresci (abaixo), do jornal britânico “Guardian”, utilizou o aplicativo em uma foto e não gostou muito do resultado. “Eu fiquei com uma aparência esquelética e cansada. As maçãs da minha bochecha ficaram grandes e minhas orelhas ficarem desproporcionais.”

selfiguardian

Para mim, que não gosto de tirar muito selfies, foi só mais uma foto tirada que vou apagar e US$ 0,99 a menos para gastar dos meus créditos da loja de aplicativo da Apple.

__

Lá do Guardian

Imagens: Guilherme Tagiaroli/UOL e Reprodução/Guardian.

Tags : app selfie


Extensão para Gmail permite saber se destinatário visualizou e-mail
Comentários 1

Guilherme Tagiaroli

Uma extensão para Gmail quer acabar com a desculpa de “ah, não li o e-mail que você me enviou!”. Em tempos quando até mensageiros de smartphone (como WhatsApp e afins) informam se o destinatário recebeu a mensagem, por que não o mesmo com o velho correio eletrônico?

rastreamentogmail

Streak mostra se destinatário recebeu e-mail e até quantas vezes ele acessou a mensagem

Chamada Streak, a extensão funciona apenas para Gmail e para usuários do Google Chrome — apenas quem envia pr

ecisa “preencher” esses requisitos. Ao instalá-la, ela insere uma espécie de código em cada e-mail. Quando a mensagem é visualizada, ela avisa o aplicativo, que registra o horário e a localização de quem está acessando.

Para checar a informação, basta ir à pasta “Enviados” e ir até o lado direito da página, onde haverá informações detalhadas.

Alguém pode perguntar-se: mas qual é a vantagem desse aplicativo se já existe a opção “receber confirmação de leitura”?

Bom, os usuários do Outlook podem habilitar uma função semelhante. Porém, segundo o próprio programa, não são todos os servidores de e-mail que  a suportam. Logo, mesmo com o recurso ligado, pode ser que você nunca receba a confirmação de que a pessoa leu.

O Google oferece a funcionalidade parecida, mas só está habilitada para a versão empresarial do Gmail.

Apesar desse recurso específico, o Streak tem mais funções: ele permite gerenciar clientes, programar o envio de mensagens,  facilita a marcação de eventos e acelera o envio de e-mails repetitivos, etc.

O aplicativo é gratuito, está todo em inglês e só consegue rastrear mensagens enviadas após sua instalação.

__

Lá do Huffington Post

Imagem: Reprodução.


Avós ‘high-tech’ criam aplicativo para manter contato com netos que moram longe nos EUA
Comentários COMENTE

Ana Ikeda

Os “avós tecnológicos” Girsch têm um histórico longo como inventores: eles são conhecidos designers de brinquedos e já licenciaram mais de 200 produtos

O casal Charlie e Maria Girsch tem seis filhos e oito netos, que vivem em locais diferentes nos Estados Unidos. Eles não estavam satisfeitos com a comunicação entre a família: além das ligações interurbanas serem caras, os avós não achavam o Skype tão interessante para as crianças. Foi então que eles resolveram criar um aplicativo só para manter contato com os netos.

Segundo o ”Mashable”, o aplicativo FamZoom estimula a interação em tempo real com as crianças por ter uma interface especial (e fofa) pela qual dá para conversar, jogar, desenhar, ler e fazer videochamadas. Tudo isso ao mesmo tempo e junto com os avós.

“Quando mexo uma peça no jogo de quebra-cabeças no iPad aqui, ela também se move no iPad de Johnny [neto]”, explica Maria.

Segundo os Girsch, o aplicativo também pode ajudar crianças hospitalizadas a continuar a manter contato com parentes.

O aplicativo, que precisou de US$ 300 mil de investimento dos avós, ainda aguarda aprovação da App Store, da Apple, para que possa ser oferecido na loja para outras pessoas. Há também uma versão para Android sendo desenvolvida.

Avós inventores

Os netos se surpreenderam com o invento de Charlie e Maria, conta o casal. “Eles acham que somos loucos”, disse Charlie. “Eles não acreditavam que tínhamos esse tipo de conhecimento.”

Agora, eles tentam um financiamento coletivo no site Indiegogo para comprar iPads, instalar o aplicativo e doá-los para Institutos Ronald McDonald nas cidades de Denver e Tampa.

Os “avós tecnológicos” Girsch têm um histórico longo como inventores: eles são designers de brinquedos e já licenciaram mais de 200 produtos para companhias como a Mattel, Playskool e Fisher-Price. Em 1996, eles abriram uma consultoria que trabalha para empresas como General Mills, Target e Kraft Foods.

Outro detalhe curioso da história dos avós: eles se conheceram em Chicago, nos anos 60. Ele era padre; ela, freira. Os dois se apaixonaram e largaram o celibato.



Lá do Mashable.

Imagem: Reprodução.


Aplicativo SaySomething permite que solteiros treinem xavecos por meio de bate-papo
Comentários 1

Guilherme Tagiaroli

Não há mais desculpas para homens ou mulheres que se julgam ruins de xaveco. Um aplicativo britânico, chamado SaySomething, tem como principal proposta juntar pessoas que querem aprimorar a arte do flerte.

A interação é toda feita por meio de um bate-papo anônimo – que, definitivamente, não é o cenário ideal para isso. O aplicativo, basicamente, junta pessoas interessadas em melhorar o xaveco com gente do sexo oposto. Após um tempo de conversa, é possível que o usuário avalie a qualidade da conversa.

SaySomething ajuda a treinar o xaveco por meio de bate-papo

Apesar de se assemelhar com aplicativos de relacionamento (para achar namorado ou namorada), Marian Gazdik, diretor-executivo do SaySometing, diz que a ideia não é concorrer com serviços de namoro online. “Nosso objetivo é melhorar a vida das pessoas por meio de nosso aplicativo para que elas, em seguida, procurem pessoas em serviços como Match.com, eHarmony, Zoosk ou outros”, disse ele em entrevista ao site americano “TechCrunch”.

A ideia do aplicativo é que os usuários nunca se encontrem pessoalmente, pois quanto menor a chance de se conhecerem, maior será a possibilidade de se ter uma avaliação verdadeira.

O aplicativo ainda não está disponível para download, pois os desenvolvedores ainda estão buscando financiamento para viabilizar a operação do programa. A campanha de arrecadação está hospedada no site “IndieGoGo” e tem com objetivo chegar a 20 mil libras (cerca de R$ 78,7 mil) – por enquanto, está com 550 libras (aproximadamente R$ 2.058).


__

Lá do TechCrunch

Imagem: Reprodução.


PopeAlarm: site promete notificar interessados via SMS ou e-mail sobre a eleição do papa
Comentários COMENTE

Guilherme Tagiaroli

O site PopeAlarm tem uma função muito simples: avisar aos usuários cadastrados nele se o conclave (reunião de cardeais para escolher um novo papa) já tem uma decisão sobre quem será o novo chefe do catolicismo. Ele dá a opção de o internauta escolher entre ser notificado sobre a decisão dos cardeais por e-mail ou por mensagem de texto no celular.

Pelo fato de o conclave ser uma reunião secreta, o que resta para a mídia é comentar informações de bastidores e especular resultados de bolsas de apostas, até que a igreja apresente o único sinal sobre a situação do encontro dos cardeais: soltar a fumaça preta pela chaminé do vaticano (que indica que não há ainda uma conclusão) ou a fumaça branca (quando um cardeal é escolhido papa).

Logo, o site PopeAlarm parece uma boa alternativa para quem já se cansou do assunto, mas quer ser avisado quando o encontro dos cardeais concluir quem será o sucessor do apóstolo Pedro.

No entanto, a página só tem um problema (e esperamos, de verdade, que ele não aconteça). Ela é feita para apenas UM FIM. Supostamente, ela precisa funcionar em um só dia e em um momento (quando sair o “habemus papam”). Já pensou a vergonha dos desenvolvedores se a pessoa o estagiário responsável esquecer ou atrasar muito o envio da notificação?

Além disso, por ter um fim muito específico, não dá para testar se ele, de fato, funciona. Estaremos rezando, junto com os cardeais, para que tudo ocorra bem.

Conclave para escolha do novo papa

Conclave para escolha do novo papa

#uolbr_tagAlbumEmbed(‘tagalbum’,’71210′, ”)


__

Lá do PopeAlarm.com

Imagem: Reprodução

Tags : sites


Página de erro do Windows Phone pede para usuário inserir CD no celular
Comentários 14

Guilherme Tagiaroli

Alguns (poucos) usuários de Windows Phone se depararam com a imagem abaixo de erro, após mexerem em configurações avançadas do sistema. Nela, basicamente, está escrito:

O Windows falhou ao iniciar. Uma recente mudança de hardware ou software pode ter causado [a anomalia]. Para consertar o problema:

1. Insira seu disco de instalação do Windows e reinicie seu computador

2. Escolha as configurações de idioma e clique em “Próximo”

3. Clique em “Reparar seu computador”

 

Interessante foi a solução sugerida pelo software, pois (até onde eu sei) ainda não há celulares equipados com drive de CD (imagine só que legal instalar um aplicativo via CD-ROM no smartphone?).

O fato é que essa mensagem, por mais bizarra que seja, só aparece em casos extremos.  Mikko Hypponen, da empresa de segurança F-Secure, postou a foto ao lado e, após algum tempo, foi consultado pelo perfil do Twitter WindowsPhoneSupport sobre o que ele tinha feito.

Ele respondeu: “Não se preocupe, consumidores convencionais nunca verão esta mensagem. “. Em seguida, Hypponen disse que a mensagem foi exibida após ele tentar “brincar um pouco com flashing” – que é quando se mexe no sistema operacional instalado no smartphone.

Apesar de ser praticamente impossível de aparecer, é engraçado que o sistema do celular sugira a reparação do Windows por meio de um disco. O erro até lembrou os clássicos erros de tela azul do Windows:

__

Lá do TheNextWeb

Imagem: Reprodução


Truque permite fazer Siri abrir Google Maps e obter direções (por comando de voz) no iPhone
Comentários COMENTE

Guilherme Tagiaroli

Scott Forstall, vice-presidente do software iOS, demonstra funcionamento de sistema de mapas integrado ao sistema iOS 6; função de GPS ainda não funciona na ferramenta de mapas da Apple

O site JailBreak Nation, especialista na cobertura de maneiras de “desbloquear” os gadgets da Apple, conseguiu, de uma forma malandra, fazer com que a Siri, assistente pessoal da Apple, passasse a indicar direções no iPhone – sem precisar quebrar o sistema da Apple.

Tudo funciona com um comando de voz adicional que dá a opção de o usuário escolher a ferramenta de mapas que ele quiser. E é aí que entra o Google Maps para iPhone . O aplicativo, além de ser bom, tem o recurso de falar as direções da rota para o motorista – recurso ainda não disponibilizado no Brasil pela Apple.

O comando que faz toda a diferença é “via transit” (algo como através do trânsito) no fim de qualquer comando de voz relacionado à direção. O usuário deve dizer, por exemplo, “Give me directions to home via transit*” (Me dê as direções para casa através do trânsito) ou “Give me directions to the nearest McDonalds via transit” (Me dê as direções para o McDonald’s mais próximo através do trânsito).

Após dizer o comando, o sistema iOS ameaça abrir o Apple Maps, mas exibe uma janela perguntando se o usuário quer baixar um novo aplicativo de mapas ou utilizar um que já tem. Nessa hora escolha, o Google Maps (caso você tenha instalado no iPhone) e toque no botão rota. Na sequência, ele mostrará as opções de rota. Depois disso, é só escolher e seguir o caminho.

Lembrando que, apesar de bom, o Google Maps não é perfeito nas suas indicações de caminho. No caso abaixo, por exemplo, o mapa indicou para o motorista entrar na contramão de uma avenida em São Paulo. Portanto, esteja atento também à sinalização do local.

 

*Como a Siri ainda não fala português, foi utilizado o inglês nas referências aos comandos da assistente.

___

Lá do JailBreakNation via Gizmodo US

Imagens: Stephen Lam/Reuters e Reprodução


Não é magia, é tecnologia: aplicativo promete remover pessoas indesejadas de suas fotos
Comentários 1

Juliana Carpanez

Não é magia, é tecnologia. A empresa Scalado ganhou destaque no mundo todo nesta quarta-feira (15) ao prometer excluir itens e pessoas indesejadas de suas fotos. Isso com poucos cliques na própria câmera do celular, sem ter de usar Photoshop ou outras ferramentas de edição de imagem. O programa que realiza a proeza chama Remove e ainda não está disponível.

Se funcionar como promete (veja abaixo), será o fim daquele tiozão desconhecido na sua querida foto das últimas férias. Ou daquele (a) ex-namorado (a) que aparece ao seu lado no parabéns, de quem sua mãe não gosta de lembrar.

A novidade virou notícia após um teste do “Engadget”, que conta como você pode escolher os objetos a serem removidos (o tão tiozão, um carro ou aquela pomba que entrou na foto sem ser convidada). O site afirma que a tecnologia – testada em dois aparelhos com a plataforma Android — captura uma sequência de imagens, analisa todas elas e cria automaticamente uma foto composta na qual o usuário pode excluir alguns elementos.

A novidade, ainda sem data de lançamento, deve ser apresentada oficialmente na feira Mobile World Congress, realizada no final deste mês em Barcelona.

Lá do Engadget