Blog do UOL Tecnologia

Arquivo : iphone

Rumor: iPhone 7 deve começar a ser vendido dia 16 de setembro
Comentários Comente

Larissa Leiros Baroni

imagem-vazada-de-suposto-iphone-7-mocorpo-do-ce

O iPhone 7 nem foi lançado, mas já há rumores sobre a data do início de suas vendas nos Estados Unidos. A previsão é que o novo modelo da Apple chegue às lojas americanas a partir de 16 de setembro.

Veja o que já se sabe do iPhone 7 
iPhone 7 poderá sair nas versões normal, Plus e… Pro! 

A informação foi divulgada pelo jornalista Evan Blass –que já ganhou fama de se antecipar aos anúncios oficiais das fabricantes–, em seu perfil no Twitter.

Tradicionalmente, a Apple reserva o início de setembro para anunciar os seus principais lançamentos. O iPhone 6S, por exemplo, foi lançado no dia 9 de setembro de 2015 e só chegou às lojas americanas duas semanas mais tarde –25 de setembro.

Ou seja, caso Blass esteja certo mais uma vez, a Apple, provavelmente, vai romper com a tradição e adiar a sua programação –seja apresentando o seu novo iPhone na última semana de agosto ou diminuindo o tempo entre o lançamento e o início das vendas.

Resta-nos esperar para ver o que realmente vai acontecer! E, se as tradições se mantiverem, nós brasileiros teremos que esperar até novembro para poder comprar o iPhone 7 no país.


Rumor: iPhone 7 poderá sair nas versões normal, Plus e… Pro!
Comentários Comente

Márcio Padrão

Nada como começar a semana com rumores do iPhone 7 –era pra dizer “começar o dia”, mas já que estamos postando à tarde, perdemos esse gancho.

Mas sim, o iPhone 7. Novamente um usuário da rede social chinesa Weibo jogou por lá duas imagens que dão a entender que a próxima linha de celulares da Apple ganhará um irmão. E dos grandes.

Além do iPhone 7 e iPhone 7 Plus, teríamos o inédito modelo Pro com o tal sistema de câmera dupla, do qual falamos aqui.

Também haveria um conector inteligente na parte de trás, como nos vistos no Moto Z da Lenovo/Motorola. Ele serve para plugar acessórios no aparelho; o iPad Pro já usa o conector para usar teclados físicos.

Já o Moto Z foi lançado lá fora com uma série de acessórios chamados MotoMods para expandir o uso do smartphone com o tal conector. Já existem os mods de bateria extra, sistema de som e projetor.

Enquanto a Apple não anuncia a data oficial do lançamento do iPhone 7 (possivelmente em setembro), provavelmente teremos muito mais rumores até lá. Vamos ver quem chega mais perto da verdade.

ATUALIZAÇÃO: O tuiteiro Evan Blass, que costuma acertar nos vazamentos sobre tecnologia, desmentiu nesta terça-feira (19) a existência do iPhone 7 Pro. Veja abaixo:


Mais rumores: iPhone com bateria maior e o suposto novo fone de ouvido
Comentários Comente

Márcio Padrão

A bateria da linha iPhone historicamente é ruim. Em média, vai de 100% a 0% em cerca de 12 horas ou até menos que isso em modelos com algum tempo de uso. Uma olhada de perto nas especificações explica bem o motivo: o modelo 6S, atualmente o mais novo da Apple, tem míseros 1.715 mAh!

Para se ter uma ideia, o Samsung Galaxy S7, atualmente o maior rival do iPhone 6s, tem bateria de 3.000 mAh –quase um terço a mais da capacidade. Claro que a duração da bateria depende de outros fatores além da capacidade, como o bom funcionamento do sistema operacional. Mas ainda assim, a diferença impressiona.

Mas um novo rumor, da conta de Twitter OnLeaks, que geralmente acerta nos vazamentos, diz que o iPhone 7 vai ter bateria de 1.960 mAh, o que representa um tímido aumento de 14% na capacidade.

Se for algo confirmado, será o suficiente para elevar a autonomia e ajudar a vida dos “iPhoneiros”? Difícil dizer até experimetarmos o novo aparelho, previsto para ser anunciado em setembro.

Outro rumor recente é sobre o fone de ouvido. Dizemos aqui que o iPhone 7 poderá acabar com a entrada de fone de ouvido. Agora imagens que apareceram na rede social chinesa Weibo mostram que o fone poderá incorporar o conector Lightning proprietário da Apple. Veja abaixo.

E aí, gostou da ideia? Ou é invenção da empresa para vender fones e acessórios novos?


Rumores: veja o que se sabe até agora sobre o iPhone 7
Comentários Comente

Márcio Padrão

imagem-vazada-de-suposto-iphone-7-mocorpo-do-ce

Nos últimos dias têm vazado muitas fotos e informações sobre o iPhone 7 e iPhone 7 Plus, próximos celulares top de linha da Apple, que só devem ser anunciados oficialmente em algum momento deste segundo semestre. Possivelmente devem aparecer em setembro, tradicionalmente o mês em que a empresa vem adotando para lançar anualmente seus principais celulares.

A maioria dos rumores recentes estão surgindo da China, em sites e redes sociais populares como Baidu e Weibo. As imagens surgem por lá e são reportadas por outros sites ocidentais, como o holandês “Techtastic” e o francês “Nowhere Else (NWE)”.

O que eles dizem:

  • Não haverá mais uma versão de 16 GB de armazenamento interno –será de 32 GB em diante
  • A câmera traseira do iPhone 7 terá uma lente maior, que ficará um pouco “protuberante” no corpo
  • As linhas brancas que servem para ocultar as antenas do aparelho sairão “das costas” e irão para os contornos nas partes superior e inferior do iPhone
  • O iPhone 7 Plus poderá contar com um sistema de duas câmeras. Não se sabe ao certo se funcionariam de forma conjunta ou independentes, nem suas possíveis aplicações
  • O processador deverá ser mais avançado; o atual é o A9 da própria Apple, então o próximo deverá ser o A10
  • O corpo será mais fino e acabará com a entrada de fone de ouvido –a conexão poderá ser Bluetooth ou com um conector próprio da Apple
  • É possível que o botão de silenciar toque, que ficava na lateral do aparelho, seja retirado

Veja abaixo as imagens que revelaram a maioria desses rumores –curiosamente um dos mais alardeados, que é a ausência da entrada de fone de ouvido, não pôde ser notada em nenhuma das fotos por conta do ângulo em que está o aparelho.

Também é importante deixar claro que são apenas rumores; a Apple não se pronunciou oficialmente sobre nenhum deles. Só saberemos se estão certos no vindouro lançamento do iPhone 7.


Com precisão em toque, tela do iPhone 7 poderá funcionar bem dentro d’água
Comentários Comente

Larissa Leiros Baroni

iphoneinwater

Há grandes chances de que a próxima geração do iPhone seja à prova de água. A possibilidade ganha peso com o anúncio das características da nova tela desenvolvida pela Japan Display –fornecedora da Apple.

A nova versão da “Pixel Eyes”, como informou o site “MacRumors”,  ganhou uma estrutura de sensores que favoreceram a melhora da sensibilidade ao toque e propiciaram o reconhecimento dos comandos mesmo com os dedos molhados.

São poucos os smartphones no mercado à prova de água –nenhum deles top de linha–, ainda assim a maioria deles é incapaz de funcionar com precisão debaixo de água e quando os dedos estão molhados. Isso porque a água é capacitiva e gera conflito nos sensores de toque.

A promessa da Japan Display, no entanto, é permitir que os aparelhos funcionem adequadamente também debaixo d’água. Basta saber se a Apple vai ou não recorrer a esse novo display e fazer do iPhone 7 o primeiro da marca a ser muito mais do que resistente à água.

O lançamento do novo aparelho deve ocorrer apenas no terceiro trimestre do ano. A Apple, no entanto, estaria planejando uma versão mais em conta do iPhone, chamada informalmente de 5se, que poderá ser lançado durante o evento da marca para a imprensa marcado para 15 de março.


Rumor: novo suposto “iPhone barato” estará à venda em 18 de março
Comentários Comente

Márcio Padrão

A Apple estaria planejando liberar seu próximo iPhone, chamado informalmente de 5se, e o tablet iPad Air 3 em 18 de março, de acordo com o site “9to5Mac”. O rumor indica que ele poderá estar nas lojas apenas três dias após o evento da Apple para a imprensa marcado em 15 de março.

Acredita-se que o iPhone 5se será uma nova tentativa da empresa de trazer um celular de preço menor que seus tops de linha, atualmente representados pelo iPhone 6S e 6S Plus, mas mantendo configuração de peso.

As especificações da versão compacta seriam: tela de quatro polegadas, corpo similar ao antigo iPhone 5S, conectividade NFC para usar a plataforma de pagamento digital Apple Pay, suporte para a assistente pessoal Siri, as mesmas câmeras do iPhone 6 e processadores A9 e M9.

Resta saber quão mais barato o aparelho será em relação aos tops de linha? Atualmente, eles custam de R$ 3.999 (6S de 16 GB) a R$ 4.899 (6S Plus de 128 GB).

Já o iPad Air 3, se sair no mesmo dia, provavelmente atualizará toda a linha e poderá inclusive ter suporte aos acessórios do iPad Pro, como o Apple Pencil e o teclado inteligente. A tela seria de 9,7 polegadas. O novo iPad também traria uma variação do processador A9, um sistema de câmera atualizado e flash traseiro.

A Apple também estaria planejando anunciar uma série de novas cores para o Apple Watch Sport, uma nova pulseira estilo milanês na cor “preto espacial”, e mais uma de nylon no estilo NATO.


Rumor: nova linha de iPhones pode trazer tela de quatro polegadas de volta
Comentários Comente

Márcio Padrão

O site “MacRumors” divulgou nesta quarta-feira (3) um rumor sobre uma nova linha de iPhones que voltaria a trazer tela de quatro polegadas. Este seria lançado no começo de 2016. Os últimos modelos da Apple a terem esse tamanho de tela foram os 5s e 5c de 2013. Quem diz é o analista Ming-Chi Kuo, que tem um grande histórico de prever os planos da Apple no passado.

Kuo já havia trazido essa possibilidade no começo de novembro. Na época, disse que a ideia é lançar um modelo que resgatasse elementos do iPhone 5s –como corpo de metal e a citada tela de quatro polegadas– mas atualizando o processador para o A9 (usado atualmente no iPhone 6S) para que consiga rodar o atual sistema operacional iOS 9 e um futuro iOS 10. Mas ele não traria a tecnologia 3D Touch, que abre novos comandos em função da pressão dos dedos na tela.

Agora Kuo não apenas reforça o que falou há um mês, como também espera que a Apple traga o recurso NFC (que garante troca de dados por aproximação) para que o celular seja compatível com a Apple Pay, a plataforma de pagamentos da empresa. O telefone também usaria a mesma câmera do iPhone 5S.

O rumor também cita que haverá duas ou três opções de cores, por isso provavelmente seria mais parecido com o iPhone 5S do que o iPhone 5C. Este último foi o último –e único– modelo “barato” de iPhone lançado, mas seu objetivo de popularizar a marca iPhone, mas não foi muito bem sucedido nesse sentido. No Brasil, ele chegou a custar até R$ 2.599.

Por outro lado, a empresa também tem ido na contramão das grandes marcas do sistema Android, como Samsung, Sony e LG; enquanto estas apostam cada vez mais em smartphones com telas acima de cinco polegadas nos últimos anos, a Apple só alcançou esse patamar no ano passado com o iPhone 6 Plus, de 5,5 polegadas. Ou seja, entende que ainda há um mercado para celulares com telas “pequenas”. Isso se o rumor se confirmar, claro.

Fim da entrada para fone no iPhone 7?

Os rumores acima remetem a um possível modelo de iPhone que deverá ser mais barato. Já o modelo premium da Apple (iPhone 7?) ganhou há alguns dias o rumor de que seu design envolveria o fim da entrada de fone de ouvido de 3,5 milímetros. Quem levantou o boato foi o blog japonês “Macotakara”.

Não se sabe ainda se a Apple eliminaria os fones com fios e adotaria apenas o Bluetooth, ou se o substituiria por um conector USB-C multiuso, que tem apenas 2,5 milímetros, no lugar da entrada Lightning presente nos smartphones atuais da marca.


Novos iPhones tendem a reconhecer três diferentes tipos de toques na tela
Comentários Comente

Larissa Leiros Baroni

forcetouch1Tudo leva a crer que os próximo iPhones –que provavelmente serão lançados na próxima quarta-feira (9)–contarão com a tecnologia Force Touch, que reconhece os comandos pela intensidade dos toques na tela.

A Apple foi pioneira no uso do sensor com o novo MacBook e o Apple Watch, lançados no início de março deste ano. A tecnologia possivelmente será migrada para os iPhones 6S e 6S Plus, mas com um pequeno upgrade.

Segundo o site 9to5Mac, a empresa teria criado uma versão do sensor para os seus novos smartphones com capacidade de reconhecer a três tipos de interação com a tela, não mais apenas dois.

O “3D Touch Display”, como foi batizado, reconheceria o toque simples, o pressionado e o mais longo com maior intensidade. O incremento, segundo o site especializado em rumores sobre os lançamentos da Apple, teria sido favorecido pelo tamanho da tela dos iPhones –que acredita-se que não será muito diferente das atuais versões.

A novidade, como aponta 9to5Mac, deve ser adaptada aos mais vários apps da Apple. Ao acessar o app de Mapas da marca, por exemplo, o toque mais forte em um ponto de interesse será suficiente para dar início à navegação.


Facebook é o app mais baixado na Apple Store; Candy Crush lidera em jogos
Comentários Comente

Larissa Leiros Baroni

tecnologiaO Facebook é o aplicativo mais baixado em iPhones e tablets da Apple, segundo um relatório da empresa de pesquisa App Annie.

Outros três apps do grupo aparecem no top 10 do ranking: Facebook Messenger (#2), Instagram (#4) e WhatsApp Messenger (#6) –que ficou atrás do Skype (#5), da Microsoft.

Apps do Google também aparecem na lista –Youtube (#3) e o Google Maps (8#)–, assim como da Apple –Find My iPhone (#7) e iTunes (#10)– e do Twitter (#9).

Não significa que esses aplicativos sejam os mais rentáveis da Apple Store. O Skype é o único dos apps mais baixados que integra o ranking daqueles que geram mais dinheiro.

screen-shot-2015-09-02-at-10-18-56-am

A lista dos apps mais rentáveis é dominada por aplicativos de entretenimento (como música e esportes) e namoro. No primeiro lugar aparece Pandora, seguido pelo Line, Zoosk, Pages, Spotify, Badoo, Skype, MLB.com At Bat, Grindr, e Line Play.

No quesito de jogos mais baixados, quem sai na frente é o Candy Crush, que cai para a segunda colocação quando levado em consideração os mais rentáveis. Clash of Clans é o game que mais lucra.

screen-shot-2015-09-02-at-10-18-03-am


Novos smartphones da Apple devem manter o mesmo preço do iPhone 6
Comentários Comente

Larissa Leiros Baroni

appleOs novos smartphones da Apple devem custar o mesmo que o iPhone 6. Fontes ligadas à empresa informaram ao site especializado 9TO5Mac que os lançamentos manterão os mesmos níveis de armazenamos –16 GB, 64GB e 128– de seus antecessores e chegarão ao mercado europeu por a partir de 199 euros (cerca de R$ 839) e por até 499 euros (R$ 2.105).

Diante da alta do dólar no Brasil –que gira em torno de R$ 3,75–é difícil prever se o congelamento do preço também se aplicará ao consumidor brasileiro. Atualmente, os iPhones 6 e 6 Plus são vendidos de R$ 3.499 a R$ 4.699.

Os lançamentos dos possíveis iPhone 6s e iPhone 6S Plus estão previstos para 9 de setembro, em São Francisco (EUA). Como de praxe, os eventos da Apple são sempre recheados de muito suspense, mas também de muitos rumores. No convite, além da data e do local, consta a seguinte frase: “Hey Siri, give us a hint” (“Olá Siri, nos dê uma pista”, em tradução livre).

Rumores sugerem que os novos iPhones ganhariam o primeiro upgrade de megapixels dos aparelhos da Apple desde a versão 4S, em 2011. A capacidade dos sensores das câmeras passariam para 8 MP (frontal) e 12 MP (principal) e contariam com suporte a flash (as duas e não mais só a principal).

Os novos iPhones devem vir ainda com capacidade de gravação de vídeo em 4K –assim como alguns dos smartphones da linha Galaxy da Samsung–, e a tecnologia Force Touch, o sensor de toque possibilita o reconhecimento de diferentes comandos conforme o grau de intensidade da aplicação. Não devem, no entanto, apresentar grandes mudanças no tamanho e no design. O que espera é um reforço com o uso do alumínio da série 7.000, que é 60% mais forte do que as ligas convencionais, além de ser mais leve.

Sensor de incêndio

Uma patente registrada pela Apple na última terça-feira (1º) indica a possibilidade de os próximos produtos da marca virem equipados com um detector de fumaça, segundo o site Apple Insider.

Se o usuário não perceber o início de um possível incêndio, o celular poderia alertá-lo e até chamar o Corpo de Bombeiros.